SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Fiéis do DF se reúnem na Esplanada para missa de Nossa Senhora Aparecida

Durante o dia, mas de 10 mil pessoas estiverem no gramado em frente à Catedral de Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/10/2016 18:20 / atualizado em 12/10/2016 19:15

Isa Stacciarini

Helio Montferre/CB/D.A Press
 
O gramado em frente à Catedral de Brasília se transformou em um grande palco de fé e religiosidade para celebrar a festa de Nossa Senhora Aparecida. Fiéis do Distrito Federal e do Entorno comemoram o dia da padroeira do Brasil em um clima de louvor, adoração e oração. Este ano a celebração conta com dois momentos ainda mais especiais para os católicos: a abertura do Ano Mariano e a possibilidade de o público saudar o acebispo de Brasília, Dom Sérgio da Rocha, nomeado como cardeal pelo papa Francisco em uma santa missa presidida por ele em uma data especial para a igreja.
 
A expectativa da Arquidiocese de Brasília era de que 70 mil pessoas passassem pela esplanada durante todo o dia. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 50 mil fiéis estiveram no local desde a manhã até a missa solene que começou às 17h: 25 mil compareceram à celebração no fim da tarde. A festa iniciou cedo e logo nas primeiras horas da manhã houve programação voltada para as crianças. Às 8h teve animação para a missa dos pequenos, seguida pela celebração. Depois foi a hora da coroação da santa católica. Após as religiosidades, houve festival de sorvete com sorteio de brindes para as crianças e brincadeiras.

A tarde ficou reservada para rezas e oração do terço. Os jovens também fizeram homenagem à Nossa Senhora, mas o ponto alto do evento, como todos os anos, é a missa solene que começou às 17h. Depois, marcado para às 18h30, começa a procissão das velas com a bênção final no altar central. Durante a caminhada os padres fazem três paradas para dar fazer três bênçãos: a primeira para a saúde; a segunda para os governantes e para a pátria; e a terceira para as famílias. 

A festa reuniu durante todo o dia crianças, famílias, jovens e idosos. “O corpo de uma imagem de Nossa Senhora da Conceição achada sem a cabeça não era nada, mas, depois, ao encontrar a cabeça, a esperança daqueles pescadores foi renovada. É o que acontece conosco até hoje. A humildade, simplicidade e o manto de Nossa Senhora representa o amor que Deus tem por todos nós e nos faz confiar na fé”, destacou o pároco da Catedral de Brasília e coordenador da festa de Nossa Senhora Aparecida, padre João Firmino. 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade