SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Escola é alvo de ação do MPDFT por causa de maus-tratos contra alunos

O órgão pede que colégio seja condenado ao pagamento de R$ 500 mil por danos morais coletivos pelos maus-tratos praticados contra alunos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/10/2016 09:30 / atualizado em 13/10/2016 16:25

Ed Aves/CB/D.A Press

A Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (Proeduc) ajuizou ação civil pública contra o Centro Educacional Ipê, em Águas Claras. O Ministério Público pede que a escola seja condenada ao pagamento de R$ 500 mil por danos morais coletivos pelos maus-tratos praticados contra alunos. O valor deve ser revertido a uma escola de educação infantil da rede pública em Taguatinga.

 

 

Leia mais notícias em Cidades 

 

O caso veio à tona em 2015, quando foram divulgados vídeos em que duas professoras da escola apareciam agredindo física, psicológica e verbalmente crianças de 2 a 5 anos. Para a Proeduc, além das crianças diretamente agredidas, a coletividade também é vítima, pois a escola atendeu centenas de alunos nos últimos anos e somente uma das professoras acusadas trabalhou na instituição por sete anos.

 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade