SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes da UnB produzem carro para representar Brasília em competição

A participação, porém, está ameaçada por falta de recursos para a viagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/10/2016 06:08

 

 

Durante o último ano, os 36 integrantes da equipe UnBaja, formada por alunos de engenharia automotiva e elétrica do Câmpus do Gama da Universidade de Brasília (UnB), trabalharam arduamente no desenvolvimento e na construção do Wasabi, um carro feito pelo grupo para representar o Distrito Federal em uma competição nacional universitária. Na última semana, as partes elétrica e mecânica do veículo foram concluídas e o automóvel, finalmente, ficou pronto para rodar. Tudo estava acertado para a equipe embarcar para Camaçari, na Bahia, onde será disputada a etapa Nordeste da Baja Sae Brasil. Porém, na semana passada, a direção da UnB informou que conseguiria arcar apenas com R$ 10 mil do valor da licitação do transporte — para a viagem ocorrer, porém, é preciso quitar, até amanhã, os R$ 5.270 restantes da licitação.

A notícia pegou a equipe de surpresa, mas não chegou a abalar. Desde a semana passada, os estudantes saíram à procura de parcerias e têm feito de tudo um pouco para não deixar morrer o sonho de mostrar o carro no desafio. O diretor do câmpus da UnB do Gama, Augusto César Brasil, explica que a situação ocorreu devido à falta de verba na universidade. “O UnBaja é um projeto muito querido dentro da instituição, todos nós temos muito orgulho de eles levarem o nome da nossa universidade para competições. O problema ocorreu porque, realmente, nós não temos em caixa a verba necessária para fazer o pagamento total da licitação. Mas os meninos são bastante guerreiros, estão fazendo eventos, dentro e fora do câmpus, para arrecadar fundos. E esperamos que eles consigam.”

Fundado no fim de 2013, o UnBaja é voltado para o aprendizado dos alunos de engenharia automotiva, que entendem sobre a concepção de projetos e a construção de veículos, e dos de engenharia elétrica, que recebem treino prático em questões eletrônicas e elétricas. “O trabalho que realizamos no UnBaja é muito rico. Em sala de aula, fazemos projetos e temos referências teóricas, mas, aqui, temos a oportunidade de criar um carro. Aprendemos mais aplicando o aprendizado em um projeto do que em uma prova, por exemplo”, conta João Paulo Lopes, 22 anos, aluno de engenharia automotiva e capitão da UnBaja.

A equipe do Gama competirá pelo segundo ano. Em 2015, ela montou o carro às pressas e conquistou a 11ª posição. Este ano, com mais tempo de preparo, o grupo espera alcançar um resultado melhor. “Pegamos o projeto de carro de 2015 e criamos um veículo novo e melhorado. Tivemos mais tempo para ousar e experimentar, portanto acredito que conseguiremos aparecer entre os cinco melhores”, torce Pedro Araújo, 23, membro do UnBaja.

A competição será entre 4 e 6 de novembro e envolve diversas provas, como testes de segurança, frenagem e tração, além de uma apresentação do veículo para especialistas e um enduro de três horas, no qual a velocidade e a resistência dos carros são testadas. Os alunos de engenharia elétrica Victor Martins, 19, e Júlio Ohfugi, 19, serão os pilotos do Wasabi durante os testes. Para a corrida, Júlio, mais conhecido como “Japa”, pilotará o baja (como é chamado o formato do carro). “Dirigir o Wasabi será bastante emocionante, pois foi um carro que acompanhei desde o projeto. E, como peso só 52kg, a equipe me escolheu para as provas de velocidade”, conta.

A equipe está com diversos projetos para arrecadar fundos e parcerias para a viagem, como o UnBaja nas Escolas. “A instituição entra em contato, agendamos uma data, levamos o carro para o colégio parceiro e damos uma pequena aula sobre mecânica. Os alunos sempre adoram”, conta Ícaro Machado, 24, aluno de engenharia automobilística e membro do UnBaja.



Custos

A licitação de transporte corresponde à cobertura dos gastos com o ônibus, com capacidade para 42 pessoas, que transportará o Wasabi, os 36 integrantes da UnBaja e os professores envolvidos no projeto. O valor inclui também a hospedagem do grupo na Bahia.


Sobre o Wasabi

» Pesa cerca de 200kg
» As peças do carro foram conseguidas, em grande parte, por parcerias.  O gasto médio da produção chega a R$ 35 mil.
» Funciona à base de gasolina podium
» O carro chega a 55km/h
» Parte do automóvel é feito a partir de fibras de aramida, mesmo material utilizado em coletes à prova de bala
» A identidade visual do veículo ainda não está concluída
» O Wasabi está em exposição na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da UnB até 23 de outubro, no Centro Comunitário Athos Bulcão.


Quer ajudar?

Para fazer qualquer doação ao grupo ou se tornar um patrocinador ou parceiro, entre em contato pelo telefone (61) 99855-7749.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
isidoro
isidoro - 19 de Outubro às 09:07
Ainda tem aluno na UNB que está preocupado em estudar e aplicar o conhecimento. E não em participar de movimentos ideológicos do início do século passado.

publicidade