SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Sete são presos suspeitos de integrar esquema de fraude contra o BRB

Eles foram presos na terceira fase da Operação Revés, responsável por investigar o desvio de pelo menos 3,8 milhões da instituição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/10/2016 07:45 / atualizado em 19/10/2016 09:01



Mais sete pessoas foram presas nesta terça-feira (18/10) na terceira fase da Operação Revés, que investiga um esquema milionário de fraude contra o Banco de Brasília (BRB). Outros cinco já estavam presos preventivamente suspeitos de participação na quadrilha. De acordo com a investigações da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRF), o grupo foi responsável por um prejuízo de pelo menos R$3,8 milhões à instituição. O valor teria sido recolhido em único dia, por meio da emissão e o pagamento de uma série de boletos falsos em um correspondente bancário no Gama.

Leia mais notícias em Cidades

A primeira fase da operação foi deflagada no último dia 4. Na ocasião os agentes cumpriram 37 mandados de prisão de pesssoas suspeitas de envolvimento no esquema. A DRF identificou que a fraude ocorreu em um posto de conveniência bancária do BRB, em uma loja denominada Gama Latas, no Gama. Segundo as investigações, a ação ocorreu em menos de 12 horas, entre 8h30 e 18h30, em 19 de fevereiro. O esquema contava com um funcionário fantasma, que usava o registro civil de uma vítima de roubo. Ele fez 22 depósitos que somaram R$ 102.100. Ele também pagou com recursos do BRB boletos falsos em benefício de várias empresas, entre as quais postos de combustíveis, distribuidora de alimentos, serviços aeroportuários de transporte e agências de turismo, além de pessoas físicas. O esquema chamou a atenção de uma funcionária de um escritório que acompanhava a contabilidade da Gama Latas.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Adeilsa
Adeilsa - 19 de Outubro às 13:56
Pena de morte para os ladrões!
 
Adeilsa
Adeilsa - 19 de Outubro às 13:56
Pena de morte para os ladrões!

publicidade