SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Anatel estende prazo da transição completa para a TV digital no DF

Mudança começa nesta quinta (26) e seguirá até 17 de novembro. De acordo com a agência, cerca de 88% das famílias na capital têm televisores com sistema adequado para captar o novo sinal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/10/2016 23:02 / atualizado em 25/10/2016 23:28

Breno Fortes/CB/D.A Press
 
 
O fim da transmissão do sinal analógico para tevês no Distrito Federal começará nesta quinta-feira (26), mas não será total. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que a transição ocorrerá de maneira gradual até 17 de novembro. Algumas cidades do Entorno também terão as transmissões analógicas encerradas no mesmo período. Depois do desligamento, a programação das emissoras estará disponível apenas no formato digital, com mais qualidade de som e de imagem.

De acordo com dados de pesquisa promovida pelo grupo de implantação do sinal digital, em 15 de outubro 88% das famílias na região do Distrito Federal e do Entorno estavam aptas a assistirem às transmissões digitais. O grupo estima que até esta quinta-feira (26), quando a transmissão começará, o percentual chegue a 90%. 
 
A exigência da portaria que instituiu a implantação do sinal digital no país é que pelo menos 93% dos domicílios estejam aptos a receber o sinal digital para que o analógico seja totalmente desligado. 

Além do Distrito Federal, as cidades goianas de Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás terão as transmissões analógicas encerradas no período.
 
A agência alerta que os aparelhos antigos, com tubo de imagem ou mesmo os de LCD sem conversor para o sinal digital, não captarão a nova transmissão, e precisarão ser trocados. Há ainda a opção de adquirir  um conversor de TV Digital e uma antena apropriada, preferencialmente externa, para garantir a recepção do sinal. No entanto, a maioria dos modelos mais novos de televisão (plasma, LCD, LED etc.) já conta com o conversor integrado. É recomendável consultar o manual do produto para ter certeza.
 

Benefício 

Famílias inscritas no Cadastro Único dos programais sociais do governo federal têm direito ao conversor gratuitamente. As pessoas que não são cadastradas podem comprar o aparelho por valores que variam de R$ 100 a R$ 200. 

Com o desligamento da TV analógica, será possível a entrada em operação do Serviço Móvel Pessoal de quarta geração (4G - internet móvel em alta velocidade) na faixa de 700 MHz. A Anatel disponibiliza canais de para que a população tire dúvidas sobre o processo de digitalização da TV aberta brasileira, por meio de ligação gratuita para o número 147 ou pelo site www.sejadigital.com.br.
 
Com informações da Agência Brasil 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade