SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Uma pessoa morre e quatro ficaram feridas em acidente na Ponte JK

O condutor do carro bateu contra o poste perto da Ponte JK. O veículo trafegava sentido Lago Sul para o Plano Piloto com cinco ocupantes. Chovia no momento da colisão.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/11/2016 11:48 / atualizado em 13/11/2016 17:46



Um acidente na manhã desde domingo (13/11) deixou quatro pessoas feridas e uma jovem morta. O condutor de um Fiat Strada bateu contra um poste da Companhia Energética de Brasília (CEB), entre a Ponte Juscelino Kubitschek e o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sentido Lago Sul-Plano Piloto, por volta das 10h. O carro tem capacidade para transportar quatro pessoas e levava cinco no momento da colisão.  

 

Leia mais notícias em Cidades

 

Um helictóptero do Corpo de Bombeiros foi usado no resgate às vítimas.  De acordo com a corporação, Daniela Rodrigues Sintra,19 anos morreu no local. José Wilton Pereira de Sousa, 34, dirigia o carro e foi transportado para o Hospital de Base de Brasília (HBB) consciente e estável. Rafael Barros Santana, 19, teve escoriações no corpo e suspeita de fratura na perna esquerda. Jeferson Breno, 19, e Vinicius Lisboa Silva, 19, também foram levados para o HBB estáveis, concientes e orientados.

 

De acordo com o Detran, o veículo registrado no sistema tem capacidade para transportar quatro pessoas. Mas o veículo levava quatro passageiros e o motorista. Duas faixas estão interditadas, uma em cada sentido da via. Por volta das 12h30, peritos da Polícia Civil chegaram para fazer a análise que vai desvendar as causas do acidente. Condutores que passam pelo local reduzem a velocidade para ver o que aconteceu e, por causa disso, o trânsito começa a ficar lento.

 

Segundo a solado Daniela, da Polícia Militar, a via só deve ser liberada quando a perícia for concluída. A previsão é que isso aconteça até 14h. Aguarde mais informações.  

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
josé
josé - 14 de Novembro às 10:35
Esse trânsito do DF ta perigoso, e ainda as pessoas não tem consciência o que é um carro. carro tem que ser lidado igual uma arma de fogo. O carro não mata sozinho a não ser por uma falha mecânica que mata é seus condutores. arma não mata quem mata é seus usuários. Eu vejo uma carro como uma arma e respeito a velocidade. não estou dizendo que esses pessoas desse acidente estavam correndo mas vamos ter mais calma galera.
 
claudio
claudio - 13 de Novembro às 22:16
Este trecho de acesso a ponte JK e uma armadilha, os postes são verdadeiras armas, sem proteção tipo Guard Rail, e a mesma situação do eixão sul.Uma mureta, guard rail ou defensa metálica é uma proteção que geralmente aparece nas margens de pistas de automobilismo e em muitas estradas públicas. Cade e onde esta o dinheiro arrecadado nas multas e taxas etc, Quantos mais terão que morrer???????????