SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Sindicato cria comissão para fiscalizar agentes da PCDF em cargos no GDF

Além disso, categoria escreverá carta direcionada ao governador, Rodrigo Rollemberg, e ao presidente da República, Michel Temer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) se reuniu em ato na Câmara Legislativa na tarde desta quarta-feira (16/11). Representantes da categoria, que chegaram ao local por volta das 13h30, encontraram deputados, fizeram assembleia e decidiram pela entrega de uma carta ao governador do DF, Rodrigo Rollemberg, e ao presidente da República, Michel Temer, além da criação de uma Comissão de Ética para fiscalizar agentes que ingressarem em cargos de chefia no Governo do Distrito Federal. 
 
 
A Comissão de Ética da categoria será assumida por dois diretores da corporação e quatro oficiais sindicalizados. O segmento investigará policiais que assumirem os cargos de chefia entregues ao governo de Brasília durante os últimos meses como forma de apoio à Operação PCDF Legal. A penalidade aos envolvidos pode chegar à expulsão do Sindicato. O presidente do Sinpol, Rodrigo Franco, afirmou que a instauração da Comissão é necessária para manter o posicionamento estabelecido pela maioria dos policiais. 

Outra medida anunciada pela categoria durante a tarde foi a entrega de uma carta, assinada por 24 deputados distritais, informando um panorama da situação da Polícia Civil no DF. O documento será entregue ao governador e ao presidente. 

Desde julho, os policiais civis estão em operação PCDF Legal. Os integrantes exigem melhores condições de trabalho e a manutenção da equiparação salarial com a Polícia Federal, que poderá receber um reajuste de 37%, escalonado ao longos dos próximos quatro anos.

Colaborou Ana Viriato 



publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade