SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Confusão em festa no Eixo Monumental gera reclamações nas redes sociais

Brigas e a prisão de um homem armado causaram revolta do público

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2016 18:53 / atualizado em 19/11/2016 19:40

Reprodução/Facebook
 
 
Confusões tomaram da conta da noite de sexta-feira (18/11) no evento Baile do Poderoso. A festa de funk, que tinha MC Livinho e DJ R7 como atrações, foi marcada por brigas e a prisão de um homem por porte ilegal de arma. O tumulto revoltou o público, que chegou a criar um evento no Facebook para reclamar sobre o evento.
 
A página Deixe seu desabafo sobre o Baile do Poderoso reúne dezenas de reclamações sobre as confusões e a organização do evento. Nos posts, muitas pessoas que compareceram à festa pedem que o ingresso seja ressarcido e criticam a falta de segurança no local. 
 
 "A desorganização começou pelas filas. Muita gente, bagunça, falta de informações por parte da produção. Comprei o ingresso na hora e, quando fui entrar, nem olharam o meu ingresso, não revistaram nem a mim nem a nenhum dos meus amigos", contou, na página, uma das presentes no evento.
 
"Tiro para o alto, objetos sendo jogados de um lado pro outro, desespero, isso eu vi demais. Muita gente para um espaço mínimo. Poucos brigadistas e nem preciso falar nada em relação à segurança, né?", completou.
 
Tumulto
 
Segundo a Polícia Militar, cerca de 10 mil pessoas compareceram à festa na sexta-feira (18). Além de brigas e tumulto, um homem foi detido com porte ilegal de arma. Adriano Barbosa de Lopes, 28 anos, portava um revólver calibre 38, com catorze munições, e admitiu não ter autorização legal.
 
O homem foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento. Até o início da noite de sábado (19/11), segundo informações da Divisão de Comunicação da Polícia Civil, ele continuava preso. 
 
A reportagem tentou contato com a produção do evento, mas as ligações não foram atendidas. 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Luís
Luís - 19 de Novembro às 20:31
Só sendo muito ingênuo para achar que um evento deste naipe não terminaria desta forma....

publicidade