Publicidade

Estado de Minas

Caesb reduz pressão de água em áreas do DF para amenizar crise hídrica

A implantação começa por Ceilândia, a partir de quarta-feira (23/11), e segue um cronograma para contemplar todas as regiões do DF abastecidas pela barragem do Rio Descoberto


postado em 21/11/2016 12:19 / atualizado em 21/11/2016 16:24

(foto: Hélio Montferre/Esp.CB/D.A Press)
(foto: Hélio Montferre/Esp.CB/D.A Press)
 
Moradores do Distrito Federal que têm o abastecimento de água feito pelo Rio Descoberto vão ter água com menos pressão. A  Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) vai começar a diminuir a partir de quarta-feira (23/11), entre 7h e 19h, para reduzir o consumo de água e amenizar a crise hídrica na capital. Inicialmente, a diminuição vai afetar as regiões abastecidas pela Barragem do Descoberto, que está com o menor nível. 
 
 
A implantação começa por Ceilândia. Os técnicos ficarão três dias fazendo os ajustes de válvulas e registros para que ocorra a redução. De acordo com a Caesb, a expectativa é que haja uma redução entre 5% e 10% no consumo da região.
 
Além disso, desde 25 de outubro está valendo a tarifa de contingência que autoriza a cobrança de taxa extra de 40% para quem utilizar mais de 10 mil litros de água por mês.
 

Calendário 

O plano de redução de pressão seguirá o seguinte calendário de implantação:
 
23 de novembro:
Ceilândia
 
28 de novembro:
Vicente Pires, Colônia Agrícola Samambaia
 
2 de dezembro: 
Samambaia
 
7 de dezembro:
Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria
 
12 de dezembro:
Águas Claras, Arniqueiras, Taguatinga, Riacho Fundo I
 
14 de dezembro: 
Park Way, Candangolândia, Núcleo Bandeirante

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade