Chuva atrasa bloquinhos da Asa Sul, Norte e Vila Planalto

No Galinho, foliões chegaram no horário marcado e encontraram trios elétricos desligados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/02/2017 16:02 / atualizado em 25/02/2017 17:07

Renato Souza/Esp. CB/D.A. Press
 
Em virtude da forte chuva que caiu na área central de Brasília na tarde deste sábado (25/2), a programação de alguns blocos carnavalescos atrasou. É o caso do Bloco das Perseguidas, na 201 Norte; Vilões da Vila, na Vila Planalto; e do Galinho de Brasília, no Setor de Autarquias Sul. 
 
 
Cartazes com frases contra o assédio e a perseguição política estão enfeitando as paredes da Praça dos Prazeres, onde será o Bloco das Perseguidas, na 201 Norte. Os organizadores, no entanto, ainda montavam a estrutura do palco às 16h, horário marcado para o início da festa. 
 
Segundo a organizadora do bloco, Tatiana Lionço, 40 anos, mesmo com o atraso, a festa vai terminar às 22h. "Nós sempre respeitamos a Lei do Silêncio e, quando dá o horário, nós encerramos com a Martinha do Coco em um cortejo pela passarela subterrânea da quadra", diz.

Três bandas compostas apenas por mulheres estão na programação. São elas: Filhas de Yoá, com tambores de roda, Thabata Lorena e Martinha do Coco, com o maracatu.  

Barbara Cabral/Esp.CB/D.A Press

Enquanto isso, no bloco Vilões da Vila, poucos foliões estavam na Praça Nelson Corso no horário marcado para o início, às 15h. A programação da sexta edição do bloco conta com o primeiro Festival de Talentos da Vila Planalto e uma batalha de hip hop. "É um festival de mistura de ritmos", destacou um dos organizadores, Joãozinho da Vila.

A praça se transformará em um grande palco do samba a partir das 19h, com a apresentação da bateria dos Vilões da Vila. Depois, a cantora Nanih Junho faz um show com muita Música Popular Brasileira, incluindo marchinhas e também rock. A estimativa da organização de 1,5 mil foliões passarem pelo local.

No Setor de Autarquias Sul, alguns foliões chegaram para brincar no Galinho. No entanto, os trios elétricos estavam desligados às 15h, horário de início.  A Polícia Militar acompanhava a movimentação e ainda não tinha fechado a quadra onde ocorre a festa. 
 
Renato Souza/Esp. CB/D.A. Press
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.