Número de mortes em rodovias aumentou durante o carnaval

Segundo balanço da PRF, foram registradas, até o momento, nove mortes - sete a mais que a quantidade do ano passado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/03/2017 12:25 / atualizado em 01/03/2017 14:32

A Polícia Rodoviária Federal divulgou um balanço preliminar do número de acidentes e mortes em rodovias que cortam a capital do País. Foram 38 até este momento contra 46 em 2016. Apesar da redução, o número de mortos aumentou. Nove pessoas perderam a vida em uma colisão na BR-020 nesta sexta-feira (24/2). No ano passado, a PRF registrou duas vítimas fatais. O balanço completo será divulgado junto com os dados federais no início da manhã desta quinta-feira (2/3).


O chefe do núcleo de policiamento e fiscalização da PRF no DF, o inspetor Rodrigo Freitas explicou que a colisão frontal entre dois veículos na 020, foi responsável por elevar o número de mortes. A Operação Carnaval segue até 0h desta quarta (1). Ainda segundo ele, até agora, o número de feridos também diminuiu. Caiu de 73 em 2016 para 29 neste feriado de carnaval.

A PRF fez mais de 850 testes de bafômetros e aplicou mais de 1 mil multas. De acordo com O inspetor Rodrigo Freitas, em muitos casos, de passageiros sem o cinto de segurança no banco de trás. “Percebemos que os motoristas continuam cometendo pequenas imprudências. Em caso de acidente, a chance de a pessoa se ferir gravemente é muito maior se não estiver usando cinto”, afirmou.

Acidente fatal

O acidente que vitimou nove pessoas, entre elas, duas crianças, aconteceu na divisa com o município goiano de Alvorada do Norte, próximo à divisa com a Bahia. O trecho ainda é de responsabilidade da PRF do DF. Um renaut Logan com placa do DF bateu de frente em um Renault Fluence registrado na Bahia.

Os passageiros do Logan morreram carbonizados após a colisão. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Posse, o Logan era conduzido por Bruno Mathias Machado Carvalho, morador de Planaltina. Além dele, estavam no carro Júlia Mathias, Jaqueline Nayara Macedo da Silva e uma criança, Gabriel Macedo Galvão. As idades não foram divulgadas.

O segundo carro envolvido era um Renault Fluence, da Bahia. Segundo os bombeiros, o condutor era Heron Flores da Costa. Ele estava acompanhado de Eduardo Simão Bernardes, Eduardo Luiz Civilli Bernardes - uma criança -, Priscila Civilli Bernardes e Patrícia Civilli, que chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Alvorada do Norte, mas não resistiu e morreu. 


Apreensão

Além dos acidentes, a PRF também fez uma apreensão no km 12 da BR-020. O flagrante aconteceu nesta segunda (27). Agentes prenderam Ariston de Sousa Paes Landino, 40 anos, e Alvino Corrêa de Oliveira, 40 anos, por porte ilegal de arma de fogo. Eles estavam em um Renaut Clio e um Chevrolet Prisma e transportavam  uma espingarda calibre.28 e outra .22, além de 110 projéteis sendo 18 do primeiro modelo e 92 do segundo.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.