Polícia prende mulher suspeita de participar de homicídio na Asa Norte

Na execução, ocorrida em via pública no início da manhã, criminosos usaram uma espingarda e trocaram tiros com a vítima

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/04/2017 17:00

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
 

A polícia civil identificou três dos quatro envolvidos no assassinato de Luís Eduardo dos Santos Lobo, 34 anos. O crime aconteceu por volta de 6h30 desta quinta-feira (20/4), em uma loja de conveniências de um posto de combustível na 309 Norte. Agentes prenderam uma mulher suspeita de acompanhar os atiradores. Ela teria levado um tiro de raspão na cabeça.  O crime foi registrado pelas câmeras do circuito interno de TV do posto onde o crime aconteceu e a vítima teria revidado os disparos com tiros de pistola.



Leia mais notícias em Cidades

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). O delegado-chefe da unidade, Laercio Rosseto, dará mais informações sobre o assassinato no fim da tarde de hoje. O corpo de Luís Eduardo foi levado pelo Instituto de Medicina Legal (IML) por volta das 10h e a via só foi liberada às 10h30. O irmão dele chegou ao local, conversou com os policiais, mas não quis dar entrevista.

Nas filmagens do circuito de segurança do posto é possível para ver que, segundo antes do crime, um grupo de pessoas conversa em pé, próximo da borracharia do posto de combustível. Um carro de cor clara se aproxima em alta velocidade e estaciona mais à frente. Neste momento, os integrantes de um veículo preto dão ré para sair do local e neste instante os integrantes do carro claro começam a atirar.

São vários disparos. Mesmo sob bala, o veículo preto arranca. As pessoas que conversam no local correm. Mas os disparos não cessam. Uma mulher que acompanha o grupo do carro prata, fica do lado de fora e, depois entra no veículo. Sentada no banco, ela põe a mão na cabeça e se deita. De repente dá para ver a imagem da vítima caindo no asfalto e o grupo arranca. Toda a ação durou menos de 40 segundos.

De acordo com vizinhos, a vítima estaria bebendo em um bar próximo ao posto. A motivação do crime está sendo investigada.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.