Após inauguração, Parque Deck Sul é aberto ao público neste domingo

Com estrutura de mais de 80 mil m², o local conta com 1.421 metros de ciclovia, 1.249 metros de pista para caminhada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/05/2017 15:27 / atualizado em 28/05/2017 16:48

Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press

  
O Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna - Deck Sul, localizado às margens do Lago Paranoá, foi inaugurado na manhã deste domingo (28/5). Com estrutura de mais de 80 mil m², o local conta com 1.421 metros de ciclovia, 1.249 metros de pista para caminhada, quatro quadras de esportes, três parques infantis e uma pista de skate. “Queremos fazer uma Brasília cidadã, democratizando a orla do Lago Paranoá”, destaca o governador Rodrigo Rollemberg.
 

Com atividades programadas para o dia, o evento teve início às 10h e conta com foodtrucks, apresentações de dança, encontro de ciclistas e motociclistas, além de show de rock. Com homenagem a um dos pioneiros de Brasília, Cláudio Sant’Anna, seu filho, Francisco Sant’Anna esteve presente representando a família.
 
Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press
 
 
As obras começaram em dezembro de 2015, como parte das ações de recuperação da orla do Lago Paranoá. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) destinou mais de R$ 12 milhões para a realização do projeto. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) atuou em parceria com a Terracap na execução do projeto do complexo de lazer e estima que o parque receba cerca de 6 mil visitantes por semana.
 
Para aproveitar o dia de sol, o servidor Sesai Morais, 35 anos, levou a família para conhecer o novo deck. Para ele, o lugar é "agradável e muito familiar". Mas o morador do Guará ressaltou que o acesso não é tão fácil. “É um pouco descentralizado com as outras cidades. Não tem ônibus direto para cá. Podiam colocar linhas especiais nos fins de semana. Assim, quem não tem carro chegaria mais facilmente”, observou.
 
Uma das opções que mais chamavam a atenção era a pista de skate. Com atletas de todas as idades, faltava espaço para tantas manobras. Segundo o estudante Rafael Bandeira Chaves, 27, essa é uma das melhores da cidade. "Tem muita qualidade e foi bem projetada, com obstáculos para todos os níveis.” Morador do Guará, ele contou que a realidade por lá é diferente. “Perto da minha casa, a pista está abandonada. Esse tipo de espaço fortalece o esporte e dá mais opções para as pessoas”, concluiu. 
 

Estrutura 

A estrutura, de mais de 80 mil m², incluirá 1.421 metros de ciclovia, 1.249 metros de pista para caminhada, mesas de xadrez e tênis, quatro quadras de esportes, três parques infantis, um Ponto de Encontro Comunitário (PEC), um circuito inteligente para malhação, sete pergolados – estruturas de madeira para descanso -, um calçadão de mais de 550m às margens do Lago Paranoá e 70 mil m² de área gramada. O parque fica na L4 Sul, próximo à Ponte das Garças.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Tania
Tania - 29 de Maio às 10:28
Não há ônibus para o local e não há estacionamento, o que faz com que os motoristas estacionem na L4, gerando lentidão no trânsito, Isso, além dos riscos para as pessoas que têm de atravessar a pista movimentada da L4 para chegar ao local. Tem de repensar isso para que a área não caia no abandono e não vire caça-níqueis para o DETRAN, por estacionamento irregular.