Campus Party Brasília atrai estudantes, profissionais e famílias inteiras

Para este sábado, além de palestras e oficinas, o local recepcionará a Campus Future, com exposição de projetos acadêmicos inovadores e o programa Startup & Makers

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Alessandra Modzeleski/Esp. CB/ DA Press
 
Os brasilienses aproveitam o feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira (15/6), para prestigiar a Campus Party, maior evento de tecnologia do país. Pela primeira vez em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a feira tecnológica trouxe novidades do mundo nerd e uniu leigos e experientes na área. 
 
 
A professora Mônica Barbosa levou toda a família para apreciar as novidades "hight tech". Os filhos, Pedro, 11 anos, e Maria Clara, 9, são apaixonados por novidades da era da informática. Ambos já acompanham tudo do gênero em diversos canais do YouTube. Os dois assistiram e vibraram o campeonato de rockey de robôs na Campus. Inspirado, Pedro já sabe o que vai fazer quando crescer: "quero criar um robô que ajude a operar pessoas", disse o futuro médico.

O rockey de robôs foi a principal atração da área externa da feira. Até o próximo sábado, de 14h até 20h30, o público poderá assistir partidas que acontecem de meia em meia hora. 

Mateus Santos, 20 anos, participu nesta quinta de uma equipe que, até a última atualização desta reportagem, estava invicta no campeonato. "Desde 2014, comecei a participar de competições pelo Brasil e até nos Estados Unidos. Nós priorizamos a criação dos robôs do zero. O objetivo também é aprender mais e trazer o conhecimento para fora da sala de aula", conta o estudante de engenharia de controle automação da Universidade Federal de Lavras (MG).

Do lado de fora do evento, na área gratuita, além das partidas de rockey, visitantes também podem acompanhar competições de drones, brincar em simuladores, novas invenções de estudantes e se deliciar na praça de alimentação, recheada de foodtrucks. 
 
Alessandra Modzeleski/Esp. CB/ DA Press
 
 
Enquanto isso, do lado de dentro, estudantes e campuseiros participam de verdadeiras maratonas. Eles jogam, desenvolvem aplicativos, softwares e assistem a palestras, em uma programação que dura o dia inteiro. 

O biólogo Felipe Oliveira, 30, disse que tem na automação e robótica um hobby e aproveitou a sua primeira Campus Party para botar a mão na massa. Em uma hora, ele e outros três campuseiros criaram um robô que pega objetos a um raio de 10 metros e volta, controlado pelo celular. "A maior finalidade aqui é o aprendizado. Essa experiência é diferente de tudo, e o mais legal é que já conheci médicos, advogados também interessados em tecnologia, assim como eu", relatou.

Programe-se 

A Campus Party Brasília terá mais de 250 horas de atividade, e os palestrantes se dividirão em quatro palcos: o principal, o de criatividade e entretenimento, o de inovação e o de ciência.

Nessa sexta-feira, a Open Campus funcionará das 10h às 21h, e os visitantes poderão permanecer até as 22h. No sábado (17/6), os portões ficam abertos das 10h às 18h, com circulação permitida até as 19h.

 

Além de palestras e oficinas, o local recepcionará a Campus Future, com exposição de projetos acadêmicos inovadores e o programa Startup & Makers — para a edição brasiliense, 50 startups foram selecionadas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.