Profissionais da Saúde promovem ato contra pagamento atrasado de salários

Cerca de 120 estavam presentes para apoiar os médicos do Hospital Regional de Santa Maria, que não recebem há dois meses devido a uma ação judicial. Durante a manifestação, os participantes deram um abraço simbólico no hospital

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/07/2017 15:41 / atualizado em 11/07/2017 17:31

Arquivo Pessoal

 
Na manhã desta terça-feira (11/7), servidores da Saúde se reuniram em um ato na entrada do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), em solidariedade aos médicos da unidade, que estão sem receber salário há dois meses. Ao todo, cerca de 120 profissionais estavam presentes. Durante a manifestação pacífica, os participantes deram um abraço simbólico no hospital. 
 
 
O ato teve início por volta das 10h. O hospital é administrado pela Intensicare e os repasses à empresa são feitos pelo Governo do Distrito Federal (GDF), mas, por conta de uma ação na Justiça, ajuizada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), os valores são depositados em juízo. Por isso, a empresa só consegue sacar o dinheiro com atraso. 

De acordo com a Intensicare, não há condições para fazer o pagamento de profissionais da saúde e funcionários do quadro administrativo. Na ocasião, os médicos produziram um manifesto, que foi assinado por eles e por todos os presentes, a ser entregue ao Poder Judiciário. O documento conta com cerca de 180 assinaturas. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.