Polícia Militar do DF recebe 145 novas viaturas após 4 meses de atraso

O efetivo será reorganizado para atender áreas com maior sensação de insegurança como faculdades na Asa Sul, Rodoviária do Plano Piloto, Conic, Setor Comercial Sul e Norte, Estrutural e Asa Norte.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/08/2017 09:13 / atualizado em 08/08/2017 12:46

Reprodução/PMDF
 
A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) recebeu, na manhã desta terça-feira (8/8), 145 novos carros para reforçar o policiamento ostensivo e agilizar o atendimento à população. Os veículos modelo Corolla já podem ser vistos no patrulhamento do Distrito Federal.
De acordo com o chefe da comunicação social da corporação, coronel Hêlbert Borges, a entrega das viaturas deu início à Operação Brasília, com a reorganização do efetivo para atender áreas com maior sensação de insegurança. Entre elas, citou a região das faculdades na Asa Sul, a Rodoviária do Plano Piloto, o Conic, o Setor Comercial Sul e Norte, a Estrutural, a Asa Norte, o Pontão entre outras. Ao todo, 135 pontos receberão o reforço policial. 
Foram investidos R$ 14,5 milhões na compra dos veículos Corolla XEI, que atenderão às regiões administrativas. Cada viatura saiu por R$ 100,3 mil. Os carros são equipados com câmbio automático CVT de oito marchas que permite maior atenção e controle durante a condução da viatura, duas baterias, sete airbags, rotoligth com lâmpada de LED e equipamento de rádio com rastreador GPS. 
 
 
O coronel Borges contou que o processo licitatório dos carros levou em consideração fatores de risco, como a estabilidade do veículo, qualidade e economia no preço dos veículos. Foram economizados 5 milhões aos cofres públicos. "O preço dos carros se justifica por conta dos equipamentos necessários. As viaturas possuem melhor dirigibilidade e comportam as necessidades da PM, sendo menos provável que capotem, como já aconteceu. As novas viaturas vão ajudar, pois muitos dos veículos em circulação apresentam falhas mecânicas”, completa.
 
O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, realizou a entrega simbólica das chaves e afirmou que as viaturas auxiliarão na redução dos índices de criminalidade, aumentando a sensação de segurança. Segundo ele, o processo de licitação prevê mais 400 viaturas que serão entregues à PM até novembro. Também estão previstos compra de macacões com air bags para os motociclistas, além de caminhões para a cavalaria. O governador garantiu que a Policia Civil e os Bombeiros também receberão reforços.
 
Dentre os presentes na cerimônia de entrega, estava o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Hamilton Santos e o diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba.


Atraso
A entrega das viaturas estava prevista para março, porém, segundo o coronel Borges, houve um atraso de quatro meses por conta da licitação. “Tivemos que esperar os trâmites e prazos legais do processo. As viaturas só foram entregues recentemente e estavam há cerca de quinze dias guardadas para serem emplacadas, abastecidas e lavadas para serem colocados nas ruas", afirma.


Trânsito
A apresentação dos novos carros, porém, complicou o trânsito bem na hora de pico no Eixo Monumental, por volta das 9h. Os veículos ocuparam as duas faixas da esquerda no sentido Rodoferroviária, logo em frente ao Palácio do Buriti. Às 10h, com a saída das viaturas, o fluxo já havia se normalizado. 


 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.