Governo publica decreto que determina desapropriação de terreno na 207 Sul

Determinação foi publicada nesta quarta-feira (9/8). Com a decisão, GDF atende reivindicação de moradores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/08/2017 16:59 / atualizado em 09/08/2017 17:30

Hugo Goncalves/Esp. CB/D.A Press

Nesta quarta-feira (9/8), foi publicado o decreto que deterrmina a desapropriação do Lote 35 da Quadra 207 Sul. No local, seria construído um empreendimento comercial, mas, em abril, com a instalação de tapumes, os moradores protestaram contra a obra. Segundo eles, o novo prédio acarretaria na retirada de árvores e na destruição da calçada. O reivindicação era que o local fosse transformado em área verde.
 

Com o decreto nº 38.396, agora o terreno volta a ser propriedade do poder público. O antigo dono será compensado com uma carta de crédito que lhe dará o direito a participar de concorrências públicas da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap).

Em 4 de agosto, a desapropriação havia sido anunciada pelo governador Rodrigo Rollemberg e a obra já estava suspensa desde 12 de junho. À época, o chefe do Executivo local recebeu uma comissão de moradores das Quadras 207, 208, 407 e 408 da Asa Sul e visitou o local. "A obra ameaçava árvores de mais de 40 anos e impedia a passagem de pedestres, de cadeirantes e de ciclistas”, afirmou.
 
O prédio receberia um Restaurante Unidade de Vizinhança (RUV), além de outras atividades de comércio e de prestação de serviço.

Em nota emitida à época do anúncio, a empresa proprietária do terreno ratificou ser contrária à medida por acreditar que ela "abalará a credibilidade e a segurança jurídica que é peculiar ao direito de propriedade do brasiliense".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.