Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil prende os dois suspeitos de matar servidora na Asa Norte

Escoltados por agentes, os supostos assassinos chegaram à 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), por volta das 18h50


postado em 09/08/2017 19:16 / atualizado em 09/08/2017 21:54

Ainda no fim da tarde, a Polícia Civil do Distrito Federal havia conseguido identificar os dois criminosos por meio de vídeos das câmeras de segurança da quadra(foto: PCDF/Divulgação)
Ainda no fim da tarde, a Polícia Civil do Distrito Federal havia conseguido identificar os dois criminosos por meio de vídeos das câmeras de segurança da quadra (foto: PCDF/Divulgação)

Os dois suspeitos do latrocínio (roubo com morte) da servidora temporária do Ministério da Cultura Maria Vanessa Veiga Esteves, 55 anos, foram presos na noite desta quarta-feira (9/8). Ainda no fim da tarde, a Polícia Civil do Distrito Federal havia conseguido identificar os dois criminosos por meio de vídeos das câmeras de segurança da quadra.

 

Leia mais notícias em Cidades

 

Escoltados por agentes, os supostos assassinos chegaram à 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), por volta das 18h50. Maria Vanessa Veiga Esteves, 55 anos, foi assassinada na noite de terça-feira (8) na 408 Norte. O crime aconteceu por volta das 23h, quando a estudante de mestrado da Universidade de Brasília (UnB) e servidora temporária do MinC estacionava em uma vaga pública da quadra em que morava.

 

Os policiais encontraram os suspeitos em um apartamento na Quadra 208 da Asa Norte. Duas pessoas foram presas e um adolescente apreendido. Com eles, foram encontrados os pertences da vítima.

 

A Polícia Civil encontrou a bolsa e os pertences de Vanessa em um contêiner de lixo na frente do prédio comercial da 208 Norte, onde fica a quitinete na qual os três suspeitos foram encontrados e presos em flagrante. Dentro do imóvel, a polícia também encontrou a faca utilizada no crime. Segundo a PCDF, o adolescente de 15 anos desferiu a facada contra a vítima. Ele será encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade