Leitores do Correio são contra o parcelamento de salário do servidores

GDF afirma que é inevitável parcelar o pagamento dos funcionários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/08/2017 22:14 / atualizado em 16/08/2017 22:15

Uma enquete feita pelo Correio no Twitter confirmou que 88% dos leitores são contra o parcelamento dos salários dos servidores do Distrito Federal. A pesquisa foi feita depois que o GDF admitiu, nesta segunda-feira (14/8), a possibilidade de dividir o pagamento dos funcionários, e que a medida que pode começar a valer já em setembro. Apenas 12% dos leitores foram à favor da medida.


O GDF ainda não bateu o martelo sobre a medida, mas o secretário da Casa Civil, Sérgio Sampaio, diz que a decisão sobre o parcelamento será tomada na última semana deste mês.

Leia mais notícias em Cidades

O argumento do GDF é de que as contas dos cofres da capital não fecham. O governo afirma que gasta, apenas com funcionários, 80% da receita, atingindo um número de R$ 2,2 bilhões. Outro problema é o déficit anual, que é de quase R$ 200 milhões por mês. Já o rombo das contas públicas do DF pode chegar a R$ 1 bilhão até o fim do ano. E como a arrecadação cresceu menos do que o esperado, o governo afirma que é inevitável parcelar os salários, se não terá de atrasar o pagamento de aposentadorias.


Segurança pública isenta


Caso o parcelamento aconteça, o GDF garantiu, nesta terça-feira (15/08), que os servidores da segurança pública não serão afetados pela medida. As despesas da categoria são garantidas pelo Fundo Constitucional, que recebe da União R$ 13 bilhões por ano.

Não é só no DF


Outros estados também aderiram à tática de parcelar o pagamento dos servidores públicos para conter os gastos. O Governo de Minas Gerais, usado como exemplo por alguns dos integrantes do GDF, vem pagando com quase um mês de atraso os vencimentos de funcionários públicos do estado. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Amilton
Amilton - 23 de Agosto às 18:56
Quais foram as medidas que o Governo tomou para reduzir os gastos?
 
valdez
valdez - 17 de Agosto às 09:24
O mal é que a sua equipe e o próprio governo até agora não fizeram nada em prol da população, nunca tinha ocorrido um índice tão grande de morte no DFe outras irregularidades como está acontecendo agora depois que o mesmo assumiu, sempre colocando culpa no governo anterior eu não sei o que ele veio fazer pois só sabe dizer não em tudo que é de sua obrigação e sempre usando a palavra CRISE isso é muito ruim ninguém nunca ouve nada de bom sair da boca dele e agora para completar ainda quer parcelar o salário dos servidores que estão há vários anos sem aumento, pois sempre alega que a crise continua.
 
marcelo
marcelo - 17 de Agosto às 08:33
Enquanto isso o presidente da CODAHB vai fazer turismo na COREIA DO SUL e CHILE conforme autorização publicada no DODF de 16 e 17/08.