Policiais Civis do DF apresentam indicativo de greve

Em reunião com representantes do sindicato, o GDF negou reajuste salarial. Decisão sobre greve será tomada em assembleia marcada para a próxima terça (22)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/08/2017 17:15 / atualizado em 17/08/2017 17:15

Após terem o reajuste salarial negado em reunião com representantes do Governo do Distrito Federal (GDF), os policiais civis do DF decidiram manter a assembleia marcada para terça-feira (22/9), às 14h, com indicativo de greve. A reunião ocorreu nesta quinta-feira (17/9), pela manhã e, na ocasião, o Executivo local indicou que não faria uma proposta.
 

O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol) alega que o reajuste é importante, uma vez que os policiais estão há oito anos sem receber reajustes salariais. "Apesar de ter se posicionado a favor do pleito, na prática, o governo atual tem demonstrado grande desrespeito pela categoria, mantendo as negociações paralisadas", informou o sindicato.

Por meio de nota, a Casa Civil alegou que, diante da situação econômica local e federal, não será possível propor reajuste à categoria até o próximo ano. Afirmou, ainda, que, caso surja uma nova fonte de receita contínua, as negociações poderão ser retomadas.

"O Governo de Brasília reconhece a importância da corporação para a manutenção da Segurança Pública no DF e todo o trabalho desenvolvido pela categoria em prol da população brasiliense; por isso, conta com a compreensão dos servidores diante do momento econômico delicado pelo qual o DF e todo o país passam atualmente", acrescentou a Casa Civil, em nota.

Estiveram presentes na reunião os secretários Sergio Sampaio (Casa Civil), Leany Lemos (Planejamento) e Wilson de Paula (Fazenda), além dos deputados distritais Wellington Luis e Claudio Abrantes e o deputado federal Roney Nemer. O deputado distrital Wasny de Roure mandou representante.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.