Policial que foi baleado no Guara é homenageado por colegas

Depois de obter alta, amigos do agente o receberam na porta do Hospital de Base

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/08/2017 21:16 / atualizado em 19/08/2017 12:09

Cerca de 50 policiais civis receberam, com uma salva de palmas, o agente que havia sido baleado durante troca de tiros com bandidos no Guará, no dia 15 deste mês. Depois de todo o susto, a equipe se posicionou em frente a uma das portas do Hospital de Base do DF (HBDF) com o objetivo de prestar apoio ao policial, que recebeu alta. A homenagem ocorreu nesta sexta-feira (18/8) e foi organizada pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol DF).
 
 
 
Depois de abraçar e agradecer os colegas pelo gesto, o policial Siqueira, 35 anos, seguiu até a 4ª Delegacia de Polícia (Guará), onde recebeu sua arma de volta depois da perícia. Em carreata, os demais policiais o acompanharam até o destino.

O incidente, que deixou Siqueira ferido, ocorreu quando ele deu voz de prisão a dois criminosos na QE 38 do Guará II. Na troca de tiros, um dos bandidos também foi atingido e, mesmo assim, conseguiu fugir de moto com o comparsa. Depois de denúncias, na quarta-feira (16/8), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) localizou dois suspeitos por esse crime.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.