Funcionário da JBS morre em Samambaia após ficar preso em máquina

O homem, que tinha 51 anos, ficou preso à máquina que operava por um dos braços e pela cabeça. Ele foi socorrido pelo SAMU, mas não resistiu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/08/2017 08:36 / atualizado em 30/08/2017 11:48

Um operador de máquinas da empresa JBS morreu na madrugada desta quarta-feira (30/8), enquanto prestava serviços para a empresa em Samambaia. A vítima de 51 anos fazia a higienização de um equipamento  quando ficou presa à máquina por um dos braços e pela cabeça, segundo relato de testemunhas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para o socorro, mas o homem morreu no local.  

 

Leia mais notícias em Cidades 

 

No momento do acidente, por volta das 2h, colegas de trabalho e o brigadista da empresa foram os primeiros a ajudá-lo. Foram eles que destravaram o equipamento e retiraram o homem de lá. A equipe do Samu chegou momentos depois, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. Agentes da 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul), onde o caso é investigado, também foram ao local para fazer a perícia. 

 

Em nota, a JBS lamentou, além de dizer que "se solidariza com a família do colaborador e já está prestando todo apoio necessário".  Segundo a empresa, "as atividades na fábrica estão suspensas e uma equipe interna, com apoio das autoridades competentes, já iniciou as investigações para identificar as causas do acidente e outras providências".

 

A família 

O filho da vítima, José Lucas Mendes, de 18 anos, conversou com o Correio e diz que está mais calmo, apesar de ainda sofrer pela perda do pai. "Assim que recebemos a notícia foi uma turbulência aqui em casa. Nos desesperamos. Mas temos fé e sabemos que tudo acontece dentro dos planos de Deus", disse segurando o choro. 
 
A família recebeu a notícia às 5h da manhã, no momento em que um funcionário da empresa foi até a casa informar os parentes. José Lucas mora com a mãe e o irmão de três anos em Samambaia Norte, próximo ao local onde o acidente aconteceu. "Agora é me conformar e seguir em frente", disse o rapaz.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.