Cachorro morre em incêndio que consumiu duas casas no mesmo lote no Guará

Nervosa, uma mulher de 24 anos, grávida de 38 semanas, precisou de atendimento e foi levada ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Duas residências ficaram danificadas pelo fogo. A preocupação dos bombeiros era de que as chamas não se alastrassem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2017 08:11 / atualizado em 03/09/2017 16:29

Corpo de Bombeiros/Divulgação
Um cachorro morreu por intoxicação durante um incêndio em uma casa no Guará I. O fogo começou por volta das 21h desta sexta-feira (1º/9) em um lote de residência multifamiliar na QI 11 da região. De acordo com o Corpo de Bombeiros, duas das três casas foram atingidas pelas chamas. Nervosa, uma mulher de 24 anos, grávida de 38 semanas, precisou de atendimento e foi levada ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

As duas residências ficaram danificadas pelo fogo. A preocupação dos bombeiros era de que as chamas não se alastrassem para outros imóveis.  A moradora dos fundos, de 47 anos, foi quem avisou os vizinhos sobre a fumaça. No lote moravam mãe e filho nos fundos, uma mulher na casa intermediária e cinco pessoas no imóvel da frente. 
 
Corpo de Bombeiros/Divulgação
 
Para atuar na ocorrência a equipe usou dois carros de combate a incêndio, uma escada mecânica, um veículo tanque, duas ambulâncias e três automóveis de apoio. Ao todo, 24 militares participaram da ação que durou cerca de 40 minutos. Segundo a corporação, a equipe usou aproximadamente 7 mil litros de água.

Policiais militares isolaram a rua para atuação dos bombeiros. A Defesa Civil também foi acionada para avaliar a condição estrutural da casa. A perícia dos bombeiros vai determinar as possíveis causas do acidente. O laudo deve ficar pronto entre 30 a 60 dias.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.