Evento da FAB atrai 70 mil pessoas: trânsito congestionado no aeroporto

Organizadores solicitaram mais reforço para Polícia Militar e Detran para dar fluidez ao trânsito. Teve quem descesse do carro para não perder o vôo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/09/2017 14:49 / atualizado em 03/09/2017 19:39

Tais Braga/CB/D.A Press
Brasilienses que seguem para a Base Aérea, onde acontece a edição do Portas Abertas 2017, organizada pela Força Aérea Brasileira (FAB), levou 70 mil pessoas ao Setor Militar, segundo os organizadores. A movimentação causou engarrafamento nas vias de acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília, e teve até quem descesse do carro e seguisse o percurso a pé para não perder o voo.


De acordo com os organizadores, foi pedido o reforço das autoridades para ajudar a dar fluidez no trânsito. “No momento, ainda enfrentamos problemas de acesso, mas já tomamos as devidas providências. Estimamos um público de 40 mil pessoas, o mesmo do ano passado, mas esse número já foi superado”, disse a Tenente da FAB Kiara. 
 
 
A apresentação da Esquadrilha da Fumaça foi a principal atração, começando por volta das 16h30 e tendo duração de 30 minutos. O show das sete aeronaves A-29 Super-Tucano deixou o público bastante surpreso. Foram 40 manobras da equipe.  "Faz três anos que tento assistir à apresentação, mas nunca tinha conseguido por culpa do trânsito forte na entrada. Neste ano me programei e cheguei às 14h para não enfrentar engarrafamentos. Valeu muito a pena", contou Evandro de Carvalho, 55 anos.

O empresário levou a esposa e a filha de quatro anos, Julia de Carvalho para o evento. "Foi muito lindo", disse a garota ainda impressionada. "Ela viu a exposição dos aviões e adorou, mas o mais surpreendente foi a apresentação da Esquadrilha da Fumaça", conta.

Os visitantes tiveram acesso a atrações como exposição de aeronaves, equipamentos militares e carros antigos, além de paraquedismo e a apresentação da banda Clave de FAB. 
 
Minervino Júnior/CB/D.A Press
 
Durante o dia, o público teve a oportunidade de conhecer aeronaves militares usadas na defesa aérea, como o caça F-5M; o avião-radar E-99 usado para a vigilância do espaço aéreo brasileiro, especialmente nas regiões de fronteira; os aviões de transporte C-130 Hércules, C-105 Amazonas e C-95 Bandeirante. Também estarão em exposição os aviões VC-2 Embraer 190,  VC-99 Legacy e  F-2000 Mirage - avião usado pela FAB até 2013 para a defesa aérea.
 
Uma programação especial para as crianças também foi pensada pelos organizadores. Tem brinquedos infláveis e um espaço denominado o "aeroporto das crianças", onde os pequenos podem entrar em miniaturas de aviões militares da FAB. 
 
 
 
O evento tem entrada gratuita, mas, a cada quilo de alimento doado, o visitante receberá um número para concorrer a brindes. 
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Lucas
Lucas - 04 de Setembro às 10:44
Simplesmente ridícula a falta de planejamento em relação ao trânsito. É inconcebível a incompetência da FAB e das autoridades do GDF na preparação de um evento desse porte. Difícil de chegar, e olha que cheguei cedo 9h, e difícil de sair. Os soldados da FAB encarregados de controlar a entrada dos veículos na área de Disciplinar, orientar e educar o motorista e o trânsito nem pensar.estacionamento da base aérea são os grandes responsáveis pelo congestionamento causado. Demonstraram não ter nenhum preparo para a missão. Estavam perdidos e sem comando. Lamentável que um evento tão bacana fique prejudicado pela falta de planejamento. Não houve nenhum apoio da Polícia, Detran ou DER DF, simplesmente não havia nenhuma participação dessas entidades. Disciplinar, orientar e educar o trânsito e os motoristas nem pensar, mas para emitir multas são campeões, mas nunca estão onde seriam necessários. Uma cidade como Brasília c/ 3 milhões de habitantes precisa de gente a fim de trabalhar e competente à frente desses órgãos.