Vídeo mostra fuga de PM suspeito de matar vizinho em Samambaia

José Arimateia Costa, 58 anos, ainda não foi localizado. O Tribunal do Júri de Samambaia ainda analisa o pedido de prisão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/09/2017 16:17

 
O circuito de segurança do condomínio flagrou o policial militar José Arimateia Costa, 58 anos, no momento em que ele fugia, após supostamente assassinar o vizinho Adilson Santana, 36 anos. A imagem mostra o policial entrando no veículo e saindo da garagem prédio no início da noite desta quinta-feira (8/9). Os policias ainda não localizaram o suspeito.  
 
 
Os agentes da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) investigam o caso. No entanto, A Justiça negou o pedido de prisão preventiva do policial. P delegado responsável pelo caso, Fábio Michelan, da 26ª DP (Samambaia Norte), ainda tenta a determinação da prisão. Para agilizar o processo, ele levou outro pedido pessoalmente até o Tribunal do Júri de Samambaia — pelas vias usuais, o documento só chegaria ao órgão na segunda-feira (11/9), via malote. O suspeito só pode ficar detido após análise do documento.  

O caso  

O desentendimento entre o autor e a vítima teria começado em um grupo de WhatsApp utilizado pelos moradores do prédio residencial onde moram, em Samambaia. Adilson morava em um apartamento acima do policial. Na conversa, José acusa a vítima de ter cuspido na janela dele, o que levou à troca de ofensas (veja imagens no alto). A 26ª Delegacia de Polícia (Samambia Norte) investiga o caso.  
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Paulo
Paulo - 11 de Setembro às 08:13
O PM em questão acusado de falar merda também faz merda na vida dos outros e na própria vida. Sem sombra de dúvidas por motivo fútil ou torpe.
 
Sérgio
Sérgio - 09 de Setembro às 01:57
O rapaz foi tão ousado que mesmo sabendo que não apanharia para o PM idoso, além de ter desferido socos, ainda o desafia dizendo: "atira se você é homem". Inacreditável, procurou, achou!