Detentos fazem rebelião com reféns em presídio de Luziânia

Segundo a Polícia Militar de Goiás, um agente penitenciário foi ferido na perna e precisou ser socorrido. Outros agentes seguem reféns dos detentos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/09/2017 08:44 / atualizado em 11/09/2017 09:48

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press

Um grupo de detentos faz, nesta segunda-feira (11/9), uma rebelião no Centro de Prisão Provisória (CPP) de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. A rebelião teria começado no início da madrugada quando presos de uma cela simularam que um dos detentos estava passando mal. Dois agentes penitenciários entraram para socorrê-los e foram feitos reféns. De acordo com a Polícia Militar de Goiás (PMGO), ao menos três agentes foram feitos reféns, um deles foi baleado na perna, e ao menos cinco internos foram mortos.

 

Leia mais notícias em Cidades 

 

Ainda segundo a PM, o motivo principal da rebelião teria sido a transferência de um preso para outro presídio, que acabou morto por uma facção rival. Os detentos reivindicam também o julgamento de suas penas - já que a maioria é de presos em caráter provisório -, melhor qualidade da alimentação e reclamam da superlotação. O local tem capacidade para 148 pessoas, mas está com 348 detentos presos.

O CPP fica em uma área residencial de Luziânia, próximo ao terminal rodoviário da cidade. O Batalhão da Polícia Militar (Bope) isolou todo o entorno do presídio.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.