Menino de 14 anos morre após ser atropelado por caminhão no Lixão

O jovem foi encaminhado em estado grave para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/09/2017 14:50 / atualizado em 14/09/2017 18:05

Ed Alves/CB/D.A Press

Um garoto de 14 anos morreu, nesta quinta-feira (14/9), depois de ser atropelado por uma carreta enquanto trabalhava no Lixão da Estrutural ao lado do pai. Segundo informações da Polícia Militar, o veículo tinha acabado de chegar ao local para descarregar dejetos quando o acidente aconteceu. Elciel Mota dos Santos foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (Samu), mas não resistiu e faleceu no Hospital de Base do Distrito Federal.    


Leia mais notícias em Cidades

O motorista do caminhão afirmou em depoimento que, quando chegou ao local, vários catadores começaram a subir na caçamba e que não percebeu que havia atropelado alguém. Só notou que havia algo errado quando alguém começou a bater com força no veículo. Ao parar e descer para ver do que se tratava, viu o menino deitado no chão, com as pernas bastante ensanguentadas. O caso foi registrado por volta das 9h30 desta quinta-feira (14/9) na portaria do local. 
 
Algumas pessoas que estavam no local socorreram a vítima, que depois foi atendida pelo Samu. PMs que patrulhavam a região também perceberam a situação e deram assistência. Os policiais foram responsáveis pela condução do motorista do caminhão à 8ª Delegacia de Polícia (Sia) para prestar esclarecimentos. 

Empresa terceirizada


Por meio de nota, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU-DF), lamentou a morte de Elciel. O órgão, responsável pela administração do Lixão da Estrutural, detalhou que as circunstâncias do acidente ainda não estão esclarecidas, mas envolveu uma carreta de empresa terceirizada que coleta os resíduos. "A empresa está prestando assistência à família e vai se responsabilizar pelos gastos do funeral", destaca o texto. 

O SLU também informou que os acidentes no local diminuíram nos últimos anos com as medidas de seguranças tomadas. "No entanto, o SLU não tem como impedir a entrada de catadores de forma clandestina na área que, embora cercada, tem 6km de perímetro. Essa situação irregular é um dos motivos mais fortes para a decisão de encerrar as atividades ilegais no Lixão, que irá acontecer no próximo mês de outubro, por determinação expressa do governador (Rodrigo Rollemberg)", destaca nota. A Polícia Civil apura o ocorrido. 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Antônio
Antônio - 14 de Setembro às 19:10
Triste e lamentável ! Se os políticos do Brasil não roubassem tanto, crianças e adolescentes não precisaram viver às custas do LIXÃO e, sim, estariam nas Escolas e ou em Empregos menos insalubres !