Homem é detido pela PM por ato obsceno na Catedral de Brasília

Acusado, que é usuário de crack, teria gritado palavrões antes de ameaçar ejacular em imagem de Nossa Senhora Aparecida. Homem seria veterinário, diz PM

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 13:50 / atualizado em 06/11/2017 13:56

Nailton Barbosa/Flickr

Um homem de 36 anos foi detido após fazer ameaças de que iria ejacular em uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, dentro da Catedral Metropolitana, em Brasília. De acordo com a Cúria Metropolitana, responsável pelo templo, o morador de rua, que é usuário de drogas, teria ultrapassado as fitas que isolam o altar nas horas de visitação do local. O caso aconteceu na tarde de domingo (5/11). 

 

Leia mais notícias em Cidades

 

Nenhuma missa era celebrada no momento do ato. Segundo o tenente Isaildo Bellino, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), havia de 15 a 20 pessoas na Catedral, entre visitantes e funcionários.

 

Segundo relato da PM, o homem teria dito aos policiais que a droga "o fez chegar ao fundo do poço". Ainda segundo a corporação, o morador de rua portava uma identificação original do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Distrito Federal (CRMV/DF).

 

Ainda de acordo com o tenente Bellino, ele ainda tentou fugir quando os PMs chegaram e se rendeu após cair no chão. Os policiais o levaram à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). Lá, o homem assinou um termo de compromisso de comparecimento, por ato obsceno, e foi liberado em seguida.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
LUIZ
LUIZ - 06 de Novembro às 17:51
Ué prenderam o homem??? Fazer pederastia com criança pode! Com estátua de barro não pode???