Onze funcionários de empresa de alimentos em Ceilândia são feitos de reféns

Trabalhadores de uma distribuidora de alimentos ficaram sob domínio dos bandidos durante uma hora e meia e uma pessoa ficou ferida

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2017 11:06 / atualizado em 11/11/2017 16:02

PMDF/Divulgação

Uma equipe de policiais militares encontrou 11 funcionários de uma empresa de distribuição de alimentos mantidos reféns, na noite desta sexta-feira (10/10), em Ceilândia Norte. Os trabalhadores ficaram em domínio de cinco assaltantes durante uma hora e meia. Segundo informações da PMDF, uma pessoa foi encontrada com ferimento na cabeça. Até o momento, a corporação não informou o estado das outras vítimas. 


A ação ocorreu após o registro de ocorrência de um roubo em andamento, na altura da QI 02, no Setor O. No local, os militares tentaram fazer contato com os funcionários da distribuidora, mas em vão. Logo no primeiro andar do prédio, a equipe da PM encontrou três pessoas acusadas pelo crime. Um deles carregava um revólver calibre 22. Durante a abordagem, os criminosos indicaram que os trabalhadores estavam em uma sala de reuniões. 

No espaço onde os funcionários eram mantidos reféns, haviam mais dois bandidos. Um deles, um adolescente de 17 anos, estava armado com um revólver calibre 38. Após a abordagem, os policiais encaminharam o jovem para a Delegacia da Criança e do Adolescente. Os outros quatro acusados estão presos na 24ª Delegacia de Polícia de Ceilândia. 

As vítimas também foram levadas para a delegacia, mas apenas para coleta de depoimentos. O funcionário ferido foi levado ao Hospital Regional de Ceilândia. Todos os pertences dos reféns, como dinheiro, joias, carros e celulares, foram devolvidos. De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, além de crimes de roubo e cárcere, os criminosos vão responder por corrupção de menores. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.