Veja como funcionarão as estações do metrô durante a greve esta semana

Faixas exclusivas continuam liberadas enquanto durar paralisação dos metroviários.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/11/2017 17:13

Os usuários da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) devem ficar atentos às mudanças na operação das estações. O funcionamento dos locais segue alterado por conta da greve dos metroviários. De hoje até sábado, das 6h às 8h45 e das 16h45 às 19h30, 18 dos 24 terminais estarão em operação. Fora dos horários de pico, 12 estações ficarão abertas.



Leia as últimas notícias do Distrito Federal


Aos domingos, o passageiro poderá embarcar, durante todo o dia, em nove pontos: Central, Shopping, Guará, Águas Claras, Praça do Relógio, Ceilândia Centro, Terminal Ceilândia, Furnas e Samambaia. (veja a tabela ao lado).

A paralisação dos metroviários já dura 19 dias e não tem previsão  de chegar ao fim (Leia a reivindicação da categoria).  As estações 102 Sul, Asa Sul, Concessionárias, Guariroba, Ceilândia Norte e Samambaia Sul permanecerão fechadas durante todo o período de greve.

Tal medida na alteração do esquema de operação se deu por determinação da Justiça, obrigando que 75% dos trens rodem nos horários de pico e 30% no restante do dia.  A ordem fala em "responsabilidade compartilhada" do sindicato e da empresa.

Em nota no site, o Metrô-DF informou que  “os usuários que residem próximo às estações que permanecerão fechadas ao longo da greve poderão fazer uso de ônibus até a estação mais próxima”. Ainda de acordo com a companhia,  “não serão prejudicados com relação ao custo do transporte, uma vez que usarão apenas uma passagem”, disse.

Faixas exclusivas

Além disso, enquanto perdurar a greve, as faixas exclusivas da EPTG e da EPNB ficarão liberadas, de acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF). A mesma medida foi tomada pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) nas vias W3 Sul/Norte e do Setor Policial Sul.

Metrô-DF/Reprodução
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.