Saiba como comer bem, sem culpa e ser feliz nas festas de Natal

A especialista revela que não há alimento milagroso, mas que alguns truques ajudam a manter a saúde

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/12/2016 17:18 / atualizado em 22/12/2016 17:58

Carlos Moura/CB/D.A Press
Parte do encanto com as festas de final de ano está, é claro, na mesa de jantar. Com família e amigos reunidos, o costume do brasileiro é preparar ceias de Natal e Ano Novo, com cardápios especiais reservados especialmente para a época. Para muitos, a comilança é hábito. O Correio entrevistou a nutricionista Carolina Pimentel para entender como cuidar da saúde e alimentação nesse período. "A principal dica é comer com prazer, sem culpa, aproveitar. Temos que lembrar que é tempo de festas e isso faz parte de ser saudável", afirma.

 

Leia mais notícias em Ciência e Saúde

 

Segundo a especialista, o melhor cuidado é controlar as porções para poder comer de tudo um pouco. Os problemas do excesso já conhecemos: má digestão, gases, flatulência, dor de estômago e cabeça, distensão abdominal – todos são sintomas de superalimentação. "Não há alimentos milagrosos, nenhum é bandido ou mocinho", ressalta Pimentel, que afirma: é, sim, possível cuidar bem da alimentação nesse período.

 

Para ajudar na digestão, a dica da nutricionista é apostar nos alimentos ácidos. "Pensando no cardápio das festas de fim de ano, o abacaxi é muito bacana, geralmente acompanha o lombo ou outros pratos", afirma. Isso é porque a fruta — muito fácil de encontrar nessa época do ano — contém uma enzima chamada bromelina, que quebra as proteínas dos outros alimentos.

 

Para aqueles que pouco se preocupam com a comilança e focam mesmo é da bebida, não há receita mágica. "Só beber menos", brinca Pimentel. O mais importante é sempre alternar as bebidas alcoólicas com água, chás e sucos, para manter o corpo hidratado. As verduras também são fundamentais. Frutas e sorvetes, que repõem a glicose, também ajudam.

Excessos 

Para evitar os excessos nas noites de festa, a nutricionista recomenda a manutenção dos hábitos diários, com lanches entre as refeições e em tempos regulares. Além disso, ela sugere um lanche perto do horário usual do jantar, já que a ceia costuma acontecer mais tarde.

 

Tudo isso "é importante para se manter satisfeito ao longo do dia e durante a ceia", explica Carolina Pimental. A nutricionista ainda dá a dica de comidas que ajudam a dar a sensação de saciedade: verduras, grãos integrais, castanhas, frutas secas e, em geral, alimentos com bastante fibra.

E como voltar à rotina?

O mais importante, segundo a nutricionista, é voltar a fazer as refeições nos horários regulares e manter o hábito da atividade física, além de beber bastante líquido o quanto antes. A última dica é reaproveitar os alimentos que sobram das festas, fazendo preparações e receitas mais leves com os mesmos ingredientes: "Ainda com o sabor de Natal e Ano Novo, mas mais simples, com a cara do dia a dia".

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.