Tomate, batata, berinjela e pimenta são da mesma família no reino vegetal

No grupo Solanacea, também se encontram os tomatilhos e as cerejas-do-chão, integrantes do gênero Physalis

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/01/2017 06:10

gnacio Escapa, Museo Paleontológico Egidio Feruglio/Divulgação


Tomates, batatas, berinjelas, pimentas... O que essas plantas têm em comum é que, além de fazerem parte da dieta de quase todo mundo, pertencem a uma mesma grande família do reino vegetal, a Solanacea, que inclui cerca de 2,4 mil espécies. Nesse grupo, também se encontram os tomatilhos e as cerejas-do-chão, integrantes do gênero Physalis, que tem uma característica incomum: eles são envelopados por casca bem fina, muitas vezes comestível. Apesar da importância desse extenso grupo vegetal, pouco se sabe sobre sua origem, pois, até agora, os fósseis encontrados limitavam-se a pequenas sementes, de quase nenhum valor para estudos evolutivos.

Mas pesquisadores americanos e argentinos conseguiram um tesouro fóssil botânico, descrito na edição de hoje da revista Science. Na região da Lagunda del Hunco, em Chabut, na Patagônia argentina, eles encontraram fósseis de Physalis datados de 52 milhões de anos. O material coletado em uma das mais remotas áreas do planeta preserva, apesar da idade, características do gênero, incluindo a casca e o próprio fruto. Chabut fica na porção final de Godwana, o supercontinente formado por América do Sul, Antártida e Austrália há cerca de 200 milhões de anos.

De acordo com Peter Wilf, professor de geociências da Universidade de Penn State, nos Estados Unidos, esses espécimes são raríssimos. “Trata-se dos únicos dois fósseis conhecidos de toda a família Solanacea em um estado de preservação suficiente para os localizarmos dentro de um gênero (o Physalis) dessa família”, afirma. “Nós examinamos exaustivamente cada detalhe nesses fósseis e comparamos com todos os parentes em potencial. Não há dúvidas de que eles representam os primeiros fósseis de Physalis do mundo e que são os primeiros dos frutos da família Solanacea.”  Segundo o cientista, isso mostra que, ao contrário do que se imaginava, essa família é muito antiga.

 

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.