Cirurgiões plásticos estão à procura das dimensões perfeitas dos lábios

Isso vai ajudar os médicos a estabelecerem diretrizes para as intervenções de aumento labial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/02/2017 06:00 / atualizado em 17/02/2017 00:07

Jama Network/Divulgação


A boca é considerada uma das partes do corpo mais sensuais de uma mulher. Que o digam as indústrias de cosmético e de preenchedores. Agora, cirurgiões plásticos da Universidade da Califórnia, em Irvine, decidiram ir atrás das dimensões que criam os mais atraentes lábios femininos. Em um estudo publicado na revista Jama Facial Plastic Surgery, eles usaram grupos focais e imagens manipuladas em computador para tentar encontrar o que consideram o modelo perfeito. De acordo com os autores do artigo, isso vai ajudar os médicos a estabelecerem diretrizes para as intervenções de aumento labial.

Na pesquisa, conduzida por Brian J.F. Wong, o rosto de 20 mulheres brancas com 18 a 25 anos foram pontuados por 428 usuários do Facebook em relação ao nível de atração. As superfícies labiais variadas foram manipuladas no computador, levando em conta a razão do volume entre o lábio superior e o inferior, criando, por fim, 60 imagens. O resultado mostrou que lábios com aumento de 53,5% em relação à imagem inicial, com razão de 1 para 2, foram considerados os mais bonitos.

“Lábios bem definidos e preenchidos transmitem juventude e atratividade. Seja para recuperar os tempos de glória ou copiar a aparência de estrelas, o aumento do volume labial tornou-se uma tendência crescente. Procedimentos cosméticos populares voltados a esse objetivo variam de substâncias injetáveis temporárias, como ácido hialurônico, a enxerto estrutural de gordura e implantes moles. Embora os preenchedores sejam baratos e geralmente seguros, as diretrizes estéticas continuam  baseadas no olho do cirurgião e na preferência do paciente”, disseram os autores do artigo.

Exageros

A equipe escreveu ainda que defende a preservação da razão natural nas intervenções estéticas. “É a razão de 1 para 2 nos procedimentos de aumento dos lábios, ao mesmo tempo em que se deve evitar preencher excessivamente o lábio superior, como visto muitas vezes em celebridades”.  De acordo com a cirurgiã plástica Catherine P. Winslow, convidada pelo Jama a comentar o trabalho, três pontos principais merecem destaque. “O primeiro é que está havendo exageros no preenchimento labial. O segundo é que as proporções e a razão entre os lábios devem ser respeitadas. Por fim, o balanço da região dos lábios deve ser mantido”, argumenta.

Contudo, a especialista vê limitações no trabalho. “Existem diferenças significativas na definição da beleza entre faixas etárias e culturas e, nesse estudo, a maior parte das respostas foi dada por jovens estudantes. Pode ser difícil para um médico determinar o quanto é muito, especialmente em uma sociedade jovem, gerada por padrões hollywoodianos. Os diferentes conceitos de beleza devem ser respeitados pelo cirurgião plástico facial”, diz Winslow.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.