Presidente da COP23 pede ao mundo ação urgente contra mudanças climáticas

"Nosso apelo coletivo é que se mantenha o rumo fixado em Paris", declarou o primeiro-ministro de Fiji, Frank Bainimarama, referindo-se ao acordo adotado na França em 20015

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 09:59



Bonn, Alemanha -
O presidente da 23ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP23) lançou nesta segunda-feira (6/11) um pedido para uma ação urgente da comunidade internacional ao declarar aberta a reunião realizada em Bonn, Alemanha.

"Nosso apelo coletivo é que se mantenha o rumo fixado em Paris", declarou o primeiro-ministro de 
Fiji, Frank Bainimarama, referindo-se ao acordo adotado na França em 20015. A 23ª conferência da ONU sobre as mudanças climáticas começa nesta segunda-feira na ausência de um poluidor histórico, os Estados Unidos, e com uma meta global cada vez mais difícil de cumprir. 

Os delegados de cerca de 200 países se reúnem nesta cidade alemã pela primeira vez desde o início, em junho passado, por Donald Trump da retirada dos Estados Unidos do pacto histórico. Também pela primeira vez, um pequeno Estado insular, Fiji, para o qual a mudança climática representa uma ameaça vital, exerce a presidência das duas semanas de negociações.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.