Sucessão familiar na agricultura é uma oportunidade de crescimento no setor

Jovens têm a chance de aproveitar as inovações, como o uso de drones e tratores autônomos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/05/2017 12:34

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press

 

Um dos desafios de muitas empresas familiares, na agricultura, é a sucessão familiar. Para o professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), Fábio Mizumoto, preparar os jovens para os negócios da família é um dos caminhos. “A tomada de decisões está cada vez especializada e complexa. A diversidade de informações e atualizações constantes fazem com que a modernização das ferramentas facilite o trabalho do agricultor e melhore o desempenho das vendas”, destaca.



Para Mizumoto, as novas gerações terão bons desafios e oportunidade com relação à agricultura. “A família tem um conjunto de conhecimentos e relacionamentos comerciais que fazem diferença no negócio. Uma empresa familiar já estabelecida e com carteira de clientes tem melhores condições de sobrevivência. Com a agricultura e a pecuária não é diferente”, destacou.

Na avaliação do especialista, já não é mais possível diferenciar o homem da cidade do homem do campo. A integração entre os dois pontos é muito grande. O acesso à internet, a telefone, esporte e a serviços de necessidade básica, como saúde e educação, já inserido nas comunidades rurais e está mais perto do produtor. “Quem mora no interior precisa estar ligado no que esta acontecendo e, bem sucedido, o produtor se adapta a isso. Faz com que a atividade fique mais tempo em destaque. Outros setores estão entrando em crise, mas a agricultura, não”, diz.

 

 


As mulheres têm ganhado cada vez mais espaço nesse mercado. Mizumoto ressaltou que o crescimento de filhas na sucessão dos pais no campo aumentou e ocorre devido à percepção do papel da mulher no meio rural. “No passado, era um paradigma que o campo fosse totalmente masculino. Hoje, temos tecnologias e processos que permitem participação importante de homens e mulheres nas atividades agrícolas, e isso reflete em estatísticas”, completou. 

Dimensões da agricultura no DF


Área rural total      
4.213.520 km², o equivalente a 421.352 hectares.

População rural      
3,4% da população total

Número de estabelecimentos rurais     
 3.955 numa área de 251.319 hectares

Número de estabelecimentos de agricultura familiar      
1.824, representando 4,3% da área total
4Número de estabelecimentos de agricultura não familiar      
2.131, o equivalente a 95,7% da área total.

Área média dos agricultores não familiares no DF     
112,8 hectares, 18,93 vezes maior que a área média dos agricultores familiares.
No Brasil, esse hiato é de 16,8 vezes.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.