Projeto Brasília de todos os cantos espalha música pelo DF

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/03/2011 08:35 / atualizado em 18/03/2011 18:08

Yale Gontijo

Kacau Machado/Divulgação
Seis bandas do Distrito Federal e mais nada em comum. Jazahu, Alínea 11, Beladina Maldona, Ciclone na Moringa e Vassoura Elétrica não comungam nem do mesmo estilo musical nem vivem na mesma cidade. Histórias diferentes e sonoridades distantes resolveram se encontrar numa coletânea de nome auto-explicativo, Brasília de todos os cantos. Um CD independente bancado pelos grupos participantes que terá lançamento em turnê por várias cidades do Distrito Federal. A primeira será Planaltina com show gratuito amanhã, às 18h, na Praça do Museu, com participação do rapper Rapadura Xique-Chico, que não está entre os artistas do CD.

“Nós recolhemos R$ 294 de cada banda para pagar a prensagem e a impressão das capas. Fizemos tudo por conta própria. Sem ajuda de terceiros, o álbum é totalmente independente”, explica Ronailto Santana, guitarrista da Jazahu. Duas faixas escolhidas e enviadas pelos grupoa foram encadeadas de maneira que o fôlego entre as faixas não ficasse irregular. De resto, o que existe é a pluralidade de ritmos e estruturas musicais. “A intenção é clara: mostrar as vertentes musicais do Distrito Federal. Queremos levar as apresentações também para o Entorno, mas não há nada certo ainda”, acrescentou Santana.

O vocalista do grupo de reggae Alínea 11 — Os Leões do Cerrado, Edilson Araujo, compara a iniciativa de hoje aos famosos Concertos Cabeça, dos anos 1970, em que os artistas da cidade, por conta própria, organizavam performances de difícil execução ao ar livre e que são lembradas até hoje como marco da cultura no DF.

“Logo na primeira reunião, nós decidimos que não haveria participação de nenhum político ou parlamentar. Nada de deputados aparecendo em panfletos ou faixas. Cada banda ficou responsável por organizar os eventos nas cidades em que são anfitriãs. A ideia tem um custo barato para as bandas e de união dos artistas”, assegurou Araujo.

O projeto independente, que não contou com nenhuma ajuda financeira do Estado, instiga. “É importante a participação do governo. Mas as ações culturais também devem ocorrer por iniciativa dos própri os artistas. Caso contrário, só se faz cultura do jeito que o governo quer”, acrescentou o reggaeman.

BRASÍLIA DE TODOS OS CANTOS

Amanhã, às 18h, na Praça do Museu em Planaltina, show com as bandas brasilienses Jazahu, Ciclone na Muringa, Beladita Maldona, Casacasta, Alínea 11 e Vassoura Elétrica pelo lançamento da coletânea Brasília de todos os cantos. Preço do CD: R$ 5. Não recomendado para menores de 16 anos. Entrada franca.

Confira vídeo com a banda Casacasta

Confira vídeo com a banda Alínea 11

Tags: