SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Sucesso nos Estados Unidos, a série Smash estreia no Brasil em 28 de março

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/02/2012 11:07



Um dos méritos de Glee é ter mostrado que musicais podem ser uma fórmula rentável para as emissoras de tevê. O sucesso da série juvenil inspirou até um dos maiores nomes do show business atual a mergulhar nesse mundo. Steven Spielberg assina a produção de Smash, seriado que mira em um público mais velho que o do concorrente em busca do glamouroso e sedutor universo da Broadway.

Smash estreou neste mês nos Estados Unidos e veio cercado de expectativas. O burburinho foi tanto que a estreia da atração do Brasil — prevista para 28 de março no Universal Channel — é aguardada com ansiedade. Além do diretor de E.T e Jurassic Park, o elenco da série conta com nomes conhecidos como Debra Messing (Will & Grace), Jack Davenport (Piratas do Caribe) e Katharine McPhee (vencedora do American idol, em 2006).

A trama gira em torno da produção de um musical sobre Marilyn Monroe, a ser escrito e dirigido pela dupla de compositores Julia Houston (Messing) e Tom Levitt (Christian Borle). Em entrevista à New York Magazine, um dos produtores da série Craig Zadan explicou por que ressuscitar a loira. “Ele é tão icônica que você pode jogá-la em qualquer situação que a plateia já saberá do que se trata”, afirmou.

É na criação desse espetáculo que tudo acontece: conflitos de ego, amores, sexualidade — Levitt é assumidamente gay, em mais uma similaridade com Glee —, disputas por papéis etc. Nesse pano de fundo, todas as personagens, donas de vidas pessoais caóticas, passam a se dedicar única e exclusivamente ao teatro.

A matéria completa, você lê na edição impressa do Correio Braziliense desta terça-feira (21/2).
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.