Talento criado no samba brasiliense faz fama nos principais palcos do Rio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/02/2012 08:20 / atualizado em 23/02/2012 08:27

Helenice Castro/Divulgação
Berço do samba, o Carioca da Gema, na Lapa, Rio de Janeiro, é uma das maiores vitrines para novos sambistas. A casa já revelou nomes como Teresa Cristina, Aline Calixto e Makley Matos. Mas a bola da vez é o jovem músico brasiliense Nelson Félix.

Aos 31 anos, o cantor venceu o festival de novos talentos do Carioca da Gema e assume o palco do local todas as quintas de fevereiro. Dono da noite, Félix desfila um repertório baseado no gosto pessoal. “Eu toco as músicas que me emocionam como Nelson Cavaquinho, Candeia, Cartola, João Nogueira, Dona Ivone Lara. Acho que uma das coisas mais importantes de quem é intérprete, é passar a mensagem que o compositor imaginou ao compor a canção”, afirma.

O prêmio de primeiro lugar conquistado pelo voto do júri oficial não veio fácil. Em 2011, ele se inscreveu e não foi selecionado para as demais etapas. “Esse ano, minha mãe e um amigo mandaram novamente o mesmo vídeo que eu tinha enviado no ano anterior. Fui selecionado e venci as etapas restantes”, conta. O cantor ganhou o concurso com cerca de 15 concorrentes de todo o país com a canção Samba pra Ogum, de Vinícus de Oliveira, Dinho Braga, Arthur Sena e Nego Bom, todos músicos da capital federal.

A matéria completa você lê na edição impressa desta quinta-feira (23/2) do Correio Braziliense
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.