SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Isabella Paz se apresenta no Clube do Choro

Cantora revisita, com refino, canções emblemáticas da música brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2016 07:31

Irlam Rocha Lima

Cristiano Sergio/Divulgação
 

 

Ao longo de 23 anos de carreira, Isabella Paz optou por ser uma cantora bissexta. Com formação na Escola de Música de Brasília, na qual participou do coral, ela fez muitos shows — em épocas distintas — e lançou apenas um disco, que traz seu nome no título. “Só subo no palco quando sinto que tenho alguma mensagem para ser passada ao público. É algo orgânico”, afirma.

Depois de uma longa ausência, Isabella está de volta à cena com dois projetos. Um é pocket show, mais intimista, que faz com o guitarrista e marido Pedro Doca. O outro é uma espécie de concerto, dividido, em duas partes, em cartaz hoje, às 21h, no Espaço Cultural do Choro, no qual exibe as facetas de intérprete da MPB, e de roqueira.

“Ultimamente, estava dando aulas de canto em meu estúdio, onde promovi algumas oficinas para crianças, jovens e adultos, com o caráter educativo e terapêutico”, conta. “Ao retornar ao palco, quis fazer um espetáculo que pudesse causar impacto, que trouxesse uma grande massa sonora, objetivando mostrar diferentes vertentes da música popular brasileira, de forma diferenciada”, explica.

 



“Pra cima”
Na primeira parte do show, a cantora vai revisitar clássicos da MPB, “emoldurados por arranjos com o uso de metais, guitarra, bateria funkeada e andamento mais rápido, mas sem prescindir do piano e bandolim e do cavaquinho”. O segundo ato, segundo ela, vai ser ainda mais “pra cima”, com muita mistura rítmica, algo como sambossa’n’roll.

O repertório traz, por exemplo, Palpite infeliz (Noel Rosa), Fotografia (Tom Jobim), Ponteio (Edu Lobo e Capinam), Baioque (Chico Buarque), Tinindo e trincando (Moraes Moreira e Luiz Galvão), Podres poderes (Caetano Veloso), Luz del Fuego (Rita Lee). “A releitura dessas músicas vai ser feita, a partir de arranjos de Renato Vasconcellos”, anuncia.

Para acompanhá-la, Isabella escalou uma verdadeira seleção de músicos brasilienses, formada por: Pedro Doca (guitarra), Oswaldo Amorim (baixo), Leander Motta (bateria), Pedro Molusco (cavaquinho), Moisés Alves (trompete), Carlos Cardenas (sax), Paulinho do Trombone, Sérgio Moraes (flauta), e, claro, Renato Vasconcellos no piano. A eles, se juntam as backing vocals Nañan Matos, Madalena Schnabell e Verônica Cariço.


Isabella Paz
Show da cantora e banda hoje, às 21h, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental, ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães), pelo projeto Prata da Casa. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia para estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3224-0599.



Carreira
Isabela Paz já abriu shows de Leny Andrade e Leila Pinheiro; cantou com João Donato, Sueli Costa, Maurício Einhorn e Roberto Correa; e foi professora de canto popular em várias edições do Curso Internacional de Verão da Escola de Música. Ela  se apresentou em algumas capitais brasileiras e em cidades europeias como Paris, Madrid, Barcelona, Munique e Firenze.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade