SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Shawn Mendes, Lady Gaga, Bastille e One Republic lançam novos álbuns

Saiba mais sobre os novos trabalhos dos artistas do mundo pop

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/10/2016 07:30 / atualizado em 24/10/2016 06:19

	Reprodução/Internet

A chegada do fim do ano costuma ser marcada pelo lançamento de discos. Neste mês de outubro, nomes da música pop internacional chegam ao mercado com novos materiais. Confira a seguir o que esperar do trabalho de cada artista.

Shawn Mendes

Depois de três anos de carreira profissional, o cantor canadense chega ao segundo disco. Em Illuminate, o conterrâneo de Justin Bieber, que começou a fazer sucesso com vídeos curtos no site Vine, se reafirma no mercado como um artista que só precisa de seu violão —  fazendo batidas acústicas e ao mesmo tempo pop —  e letras de amor que apostam na fofura de um “menino bom”. O CD está cheio de potenciais hits nesse formato, como Mercy e Treat you better. As características do disco lembram bastante a fórmula usada por outro artista pop, o britânico Ed Sheeran, que não coincidentemente faz parte da produção do álbum.

Illuminate
De Shawn Mendes. Island Records, 12 faixas. Preço médio: R$ 23,72.

Bastille

Assim como o canadense Shawn Mendes, a banda britânica Bastille lança o segundo disco da carreira após três anos. Em Wild world, o quinteto, formado por Dan Smith, Kyle Simmons, Will Farquarson, Chris Wood e Charlie Barnes, marca a evolução no mercado indie pop. O álbum mostra claramente a maturidade do grupo, com ótimas composições e sonoridade bastante moderna em que mescla rock e batidas de EDM. Para o público em geral, o material é uma forma de revelar que a banda é muito mais do que o hit Pompeii, de 2013, pelo qual ficaram famosos.

Wild world
De Bastille. Virgin Records, 19 faixas. Preço médio: R$ 27,90.

Lady Gaga

A cantora pop mudou de vez, pelo menos é isso que Joanne revela. O novo álbum da nova-iorquina afasta Gaga de vez da figura que lançou CDs como The fame, The fame monster, Born this way e Artpop. Em Joanne, a artista se aproxima do country norte-americano e ainda mescla influências da soul music e do rock’n’roll, o que já estava revelado em Perfect illusion, primeiro single do disco. Joanne é um risco para a carreira de Lady Gaga: será difícil saber se o público antigo abraçará o novo estilo da artista, ao mesmo tempo em que Joanne poderá expandir ainda mais o leque da cantora que já havia ganhado prestígio após Cheek to cheek, com Tony Bennett.

Joanne
De Lady Gaga. Interscope Records, 14 faixas. Preço médio: R$ 27,90.

One Republic

Após um tempo apostando na carreira de produtor Ryan Tedder volta a gravar um disco ao lado da sua banda One Republic. Oy my my é o quarto álbum do grupo de pop rock, que garantiu que a banda voltasse ao topo das paradas. O motivo é que Tedder mais uma vez cria canções em que aposta na veia pop mesclada com folk, rock e indie. Oh my my não traz nenhuma novidade, é exatamente o tipo de álbum que poderia se esperar do One Republic, o que não é necessariamente um problema, já que a expectativa era de grandes hits, como Let’s hurt tonight (a faixa de abertura), A.I e Future looks good.

Oh my my

De One Republica. Mosley Music/Interscope Records, 20 faixas. Disponível nas plataformas digitais.

O que vem por aí

Sem lançar nenhum disco há quatro anos, Bruno Mars voltará ao mercado com o álbum, 24K Magic. O álbum será lançado oficialmente apenas em 18 de novembro, mas o artista já divulgou o primeiro single. A faixa, que leva o mesmo nome do CD, tem uma sonoridade dos anos 1990 e lembra bastante o mais recente hit de Mars, Uptown funk, parceria com o produtor Mark Ronson.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.