SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Pátio Brasil realiza evento de incentivo à leitura hoje

Com contação de histórias, oficinas e sala de leitura estão entre as programações

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/10/2016 07:30 / atualizado em 27/10/2016 11:06

Adriana Izel

Manu Militão/Divulgação

O Dia Nacional do Livro, que é celebrado no próximo sábado, e a chegada do 50ª episódio do projeto No sofá amarelo são os motes para o evento Pátio Brasil No sofá amarelo que ocorrerá hoje, das 10h às 22h, no primeiro piso do shopping. “Fechamos um ano de projeto com 50 entrevistas e decidimos comemorar. Queria fazer algo em um shopping e pensei logo no Pátio Brasil, porque eles fizeram a Feira do Livro durante muitos anos e eu queria algum lugar que tivesse essa tradição do incentivo à leitura”, revela Manu Militão, idealizador do No sofá amarelo.

O shopping topou e disponibilizou o espaço para a realização do evento. Pátio Brasil No sofá amarelo terá 12 horas de programação dedicada à leitura, com oficinas e contação de histórias. Ao todo, o evento contará com a participação de 32 artistas locais participando de workshops e leituras. No palco, as apresentações começam às 10h e seguem até as 22h, com presença de nomes como Nicolas Behr, Anabe, Camila Bandeira e Quarteto Celestial.

As oficinas têm início a partir das 11h, com o cartunista do Correio Braziliense Caio Gomez, sobre produção gráfica e criatividade; às 14h30, o professor Vagner Santana apresenta músicas infantis de Décio e Doroty Marques; às 16h o designer gráfico Fabiano Queiroga fala sobre poema figura — ilustração infantil; às 18h o contista Deusdedith Rocha Jr ensina escrita criativa; e o encerramento é às 20h30, com o ilustrador Felipe Vaz, que fala sobre literatura como referência na ilustração.

Webprograma

O projeto No sofá amarelo nasceu por iniciativa do educador Manu Militão. Após um período em Portugal, ele voltou ao Brasil instigado com o hábito de leitura dos europeus e o impacto disso na sociedade. “Sempre fui muito preocupado com educação e tinha essa ideia de missão e responsabilidade social. No Brasil, eu via que a leitura estava ligada a uma fase da vida. As pessoas leem para estudar, não por prazer”, afirma.

Pensando no deleite da leitura, Militão pensou em um programa que incentivasse a leitura. Assim surgiu No sofá amarelo, um webprograma de entrevistas, que sempre acontece em um sofá. “O sofá foi a forma que eu pensei em transformar a leitura em algo concreto. É um lugar de prazer, de relaxamento”, diz.

O programa teve uma fase na tevê aberta em 2013, com seis episódios. Porém, desde o ano passado a atração se tornou digital, ao ser disponibilizada no YouTube, com um entrevistado por episódio. A atração já teve convidados como Jane Godoy, Marina Silva e Ayres Britto. “Meu objetivo é atingir os não leitores, com os entrevistados contando suas experiências com a leitura e também sempre em lugares inusitados, porque a leitura pode levar as pessoas à qualquer lugar”, completa Manu Militão. Os vídeos estão disponíveis em http://www.nosofaamarelo.com.br/.

Pátio Brasil No sofá amarelo
1º piso do Pátio Brasil (Asa Sul). Hoje, das 10h às 22h. Com contação de histórias, oficinas e sala de leitura. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade