SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Leo Di Caprio faz aniversário hoje, mas quem ganha o presente somos nós

Atual vencedor do Oscar com o filme O Regresso, Di Caprio é muito mais que um bom ator de olhos azuis e cabelos louros. Duvida?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2016 15:58 / atualizado em 11/11/2016 17:35

Gabriela Vinhal

Um dos maiores astros do cinema de Hollywood, Leonardo Di Caprio completa 42 anos nesta sexta-feira (11/11). Apesar de não parecer, já faz 19 anos que o galã deu vida ao inesquecível Jack, de Titanic, e conquistou uma legião de fãs chamada "leomania".

Atual vencedor do Oscar com o filme O Regresso, Di Caprio é muito mais que um bom ator de olhos azuis e cabelos louros. O bonitão atua fortemente na causa do meio ambiente, LGBT e de Direitos Humanos.

Veja os melhores momentos do Leo, que justificam todo o carinho que sentimos por ele:

 

 

Este é o papel que tornou Di Caprio o "crush" de todas as gerações desde a sua estreia. Jack Dawson, do Titanic, era um artista da terceira classe que embarcou no navio mais caro do mundo e se apaixonou por Rose, uma das mais belas passageiras da primeira classe. A cena mais famosa do filme é quando os dois resolvem ficar juntos e se abraçam na ponta do navio, ao som de, claro, Celine Dion.

 

 

 

Foi com o filme O Regresso que o galã venceu o Oscar de melhor ator e, com isso, fez um discurso incrível sobre a preservação do meio ambiente. No longa, o ator protagoniza uma das cenas mais emocionantes: uma tentativa de se defender de um urso, que deixa seu personagem, Hugo Glass, quase morto pela batalha. Sua boa atuação rendeu, após três nomeações ao prêmio, a tão desejada estatueta.

 

 

 

Quando todos os holofotes do mundo estavam virados para ele, após a vitória, Di Caprio não poupou políticos e autoridades pelo cenário atual da natureza. "Precisamos apoiar os líderes do mundo todo que não falam pelos grandes poluidores e grandes corporações, mas que falam por toda a humanidade, pelos povos indígenas do mundo, pelas pessoas desamparadas que serão as mais afetadas por isso, pelos nossos netos, e por essas pessoas que tiveram suas vozes afogadas pela ganância política", disse em seu discurso.

 


 

 

Esta cena não é exatamente do Leonardo Di Caprio, mas poderia ser. A companheira de elenco de Titanic, Kate Winslet, que também foi indicada ao Oscar com o filme Steve Jobs, como melhor atriz coadjuvante, não aderiu ao boicote à premiação — acusada de racismo pela falta de diversidade entre os indicados — porque queria estar ao lado de Leo quando finalmente levasse a estatueta para casa.

 

“Sinto muito fortemente que este pode ser o ano do Leo. Ele é o meu amigo mais próximo no mundo e eu simplesmente não consigo nem imaginar não estar lá para apoiá-lo”, declarou em entrevista. Apesar do público torcer pelo casal desde 1997, a dupla já mostrou que a relação é de amizade (das mais verdadeiras).

 

 

 

Ele é fã do Brasil. Já visitou a Bahia e a Amazônia e assistiu ao filme "Cidade de Deus" mais de três vezes. No som, não pode faltar Jorge Ben Jor e Gilberto Gil. O gosto pela cultura brasileira veio após namorar por cinco anos a top brasileira Gisele Bundchen.

 

 

 

Em 1998 ele criou uma fundação que leva o seu nome para tentar salvar o mundo. Em janeiro deste ano, ele ganhou o prêmio Crystal, para benfeitores do mundo, e doou US$ 15 milhões para ajudar a reduzir o consumo de combustíveis fósseis durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade