SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Passo Largo faz show no Clube do Choro em tributo a Paulinho da Viola

Banda aproveita para divulgar novo disco com músicas autorais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/11/2016 07:30 / atualizado em 23/11/2016 10:42

Irlam Rocha Lima

 

 

Leonardo Mendonça/Divulgação-29/1/16
 

 

Um trio instrumental que toca rock pode não ser algo insólito, mas é pelo menos incomum. Com essa proposta, o brasiliense Passo Largo vem chamando a atenção ao participar de diferentes eventos como os festivais Clipes & Bandas (SP), Universo Paralelo (BA), Goiânia Noise (GO), Feira de Música de Fortaleza (CE), carnaval de Olinda (PE) e nos caseiros Porão do Rock, Instrumenta Brasil e Satélite 061.

O som dançante do grupo pode ser apreciado de hoje a sexta-feira, às 21h, no Espaço Cultural do Choro, em show pelo projeto Tributo a Paulinho da Viola. Thiago Cunha (bateria), Marcus Mores (guitarra) e Vavá Afiouni (baixo) aproveitam para divulgar o Férias em Nibiru, o segundo CD, lançado em julho, com 10 músicas, todas autorais.

No show, o publico poderá curtir, entre outras, Ascendente em própolis, Brincalhorda, Compromíscuo, Úrsula e a que dá nome ao álbum. “Vamos tocar também composições do disco de estreia, entre as quais Bebe-le rios, Shokabillys e Vermelho conversível. Incluímos no repertório músicas dos Beatles, Black Sabatth, Jimi Hendrix, Michael Jackson, Black Sabbath, Belchior, Dominguinhos; e preparamos releituras para clássicos de Paulinho da Viola, o patrono do projeto deste ano. Uma delas é Para ver as meninas”, anuncia o baterista Thiago.

Três músicos da cidade são convidados do Passo Largo nesse show: o acordeonista Juninho Ferreira, hoje; o cavaquinista Márcio Marinho (Choro Livre), amanhã; e o gaitista Pablo Fagundes na sexta-feira. “São grandes instrumentistas, que abrilhantarão nossa apresentação, compartilhando com o trio em alguns números”, elogia.

Paralamas do Sucesso, Titãs, Lulu Santos, BNegão e Roberto Menescal são nomes destacados da música brasileira, com quem o Passo Largo já dividiu o palco. Todos elogiaram a versatilidade dos instrumentistas candangos, que em seu trabalho fundem elementos de estilos musicais como jazz, samba choro e, claro, rock.

Baterista conhecido por sua pegada forte e marcante, e muito suingue, Thiago Cunha há mais de 15 anos marca presença em shows de rock por todo o país. Participou ainda, em 2015, do Jazz Blues Festival Dhaka, em Bagaladesh. Tem acompanhado músicos como Esdras Monteiro (ex-Móveis Coloniais de Acajú), Totem, Dillo e Emília Monteiro; e já foi aclamado por crítico da revista especializada Modern Drummer.

Bacharel pela Universidade de Brasília, o guitarrista e violonista Marcus Moraes faz parte de um outro projeto, o  grupo Marambaia. Autor da maioria das composições do Passo Largo, passeia com familiaridade pelo rock, pop, jazz, reggae, ska e MPB. Sua técnica e sensibilidade musical já foram apreciadas vários países, entre eles Alemanha, Espanha, França, Itália, Austrália, Estados Unidos e Argentina.

Músico e compositor com discos lançados, Vavá Afiouni tem sido premiado em festivais na capital — Finca e o Rádio Nacional FM, entre outros. O baixista já se apresentou com destaque em países da Europa, África, na Austrália e nos Estados Unidos. Paralelamente à atuação no Passo Largo, realiza projetos solo.

Passo Largo

Show do grupo, com a participação de convidados de hoje a sexta-feira, às 21h, pelo projeto Tributo a Paulinho da Viola, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental). Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia para estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3244-0599.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade