Silvio Santos sugere a Doria parceria com Bolsonaro para eleições de 2018

Na conversa, Dória lembrou que o próprio Silvio Santos chegou a se candidatar ao cargo, em 1989

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/06/2017 18:15

LourivalRibeiro/SBT

 

No Programa Silvio Santos, que vai ao ar na noite neste domingo (18), o apresentador Silvio Santos recebe o prefeito de São Paulo, João Doria, para falar sobre os primeiros meses de gestão e lembra do período em que este apresentava um programa de rádio. Na conversa, que segue no tom de bate papo entre amigos, o dono do SBT instiga o político a se candidatar à Presidência da República nas eleições de 2018  e sugere a formação de uma chapa com o deputado federal Jair Bolsonaro.



"Atualmente os brasileiros estão sem candidatos e todo mundo está dizendo que se você se candidatar, não estou puxando o seu saco não, estou falando sério, todo mundo está dizendo que se você se candidatar, você pode pode ganhar". "Quem diria, não? Presidente da República com cara de boyzinho, aí, cara de 20 anos", elogia em outro trecho.

Na conversa, Dória lembrou que o próprio Silvio Santos chegou a se candidatar ao cargo, em 1989. "Eu quase que fui. A vaidade toma conta da gente, claro", respondeu Silvio. O comentario surgiu após o comunicador questionar Doria, que já foi radialista, a entrar na política.  "Para mim, no caso, seria uma vaidade, porque o que é que falta para mim? Falta realmente ser prefeito, ou falta ser governador, ou falta ser presidente, porque o resto, felizmente, com a sorte que eu tenho, eu tenho tudo", comentou Silvio. "Mas ok, quando falaram comigo sobre política mexeu na minha vaidade e eu quis tentar, mas não deu certo. Foi até bom", continuou, lembrando de sua campanha.

Durante a entrevista, o apresentador ainda especula quem seriam os possíveis concorrentes ao pleito, caso Doria se cadidate e sugere uma parceria entre o psdbista e Jair Bolsonaro. "Se fizer uma chapa Joaquim Barbosa e Sérgio Moro, aí você vai ter que arranjar alguém na sua chapa para poder. Tem o (Jair) Bolsonaro, quem sabe você e o Bolsonaro?", instiga.

Na sequência o dono do SBT, lembra que o padrinho político do prefeito de São Paulo, Geraldo Alckmin, é cotado para as eleições presidenciais e brinca:  "Aí você não vai poder disputar com seu padrinho. Ele também é um forte candidato. [...] Ele vai dizer que você traiu".  "Esse risco de incompatibilidade entre nós não existe", responde Dória, que desconversou sobre a possibilidade de formar uma chapa com Bolsonaro.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.