Câmera registra acidente que matou ex-vocalista do Cavaleiros do Forró

Um ônibus bateu no carro em que estava Eliza Clívica, o marido e outras três pessoas na sexta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/06/2017 17:12

A câmera de segurança de uma loja em Aracaju, capital de Sergipe, registrou o momento do acidente que matou a cantora Eliza Clívia, de 37 anos, ex-vocalista da Banda Cavaleiros do Forró, e o marido dela, o baterista Sérgio Ramos. As imagens mostram que o motorista do ônibus ainda tentou frear, mas acabou batendo no carro em que estava a cantora. Eles tinham acabado de sair de uma entrevista em uma emissora local.





Fãs da cantora e da banda publicaram diversas mensagens na imagem divulgada pela cantora no Instagram. "Sem acreditar, meus sentimentos aos familiares. Que Deus conforte os corações de todos nesse momento", publicou um seguidor. "Meu Deus! Sem acreditar nessa tragédia, que Deus conforte o coração dos familiares e amigos!", comentou outro.

 

Outro acidente envolvendo ônibus já havia vitimado integrantes da banda Cavaleiros do Forró em 2014, quando o grupo retornava de uma apresentação no agreste pernambucano e se dirigia a natal. O veículo que levava a banda colidiu com um ônibus deixando quatro vítimas fatais, entre eles o vocalista José Inácio, e 20 pessoas feridas.

 

Carreira

 

 

Nascida na cidade paraibana de Livramento, Eliza iniciou sua carreita de cantora por influência do pai sanfoneiro. Em 2003, entrou para a banda Caveleiros do Forró, com a qual chegou a gravar nove discos e seis DVDS. Dez anos depois, anunciou o desligamento do grupo ao lado do músico Jaílson Santos, então marido. Com Jaílson, retornou aos palcos ainda no mesmo integrando a banda Cavalo de Aço, ao lado de Marcelo Jubão e Neto Araújo, gravando outros três CDs e quatro registros audiovisuais entre 2013 e 2015. Sua saída foi anunciada no início deste ano para se dedicar à carreira solo.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.