Pioneira no sertanejo feminino, Roberta Miranda lança 'Os tempos mudaram'

Com 30 anos de carreira, a cantora Roberta Miranda precisou conquistar seu espaço dentro do sertanejo: 'Foi algo ferrenho, difícil'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/07/2017 07:20

Renato Rocha/Divulgação

Há três décadas, a paraibana Roberta Miranda lançou o primeiro disco da carreira, o álbum homônimo vendeu 1,7 milhão de cópias ganhando certificação de ouro, platina e platina duplo. A cantora lembra que, apesar do sucesso com o público, esse foi um período duro para ela dentro do universo sertanejo. “Foi algo ferrenho, difícil. Imagina uma mulher, no mundo sertanejo e nordestina, com um sucesso extraordinário, onde só tinham duplas masculinas. Ela vem, tira o brilho deles, derruba tudo isso e ocupa um lugar? Foi uma luta”, lembra.


Hoje, o cenário feminino dentro da música sertaneja é bem mais aberto. O exemplo disso são os sucessos de nomes como Marília Mendonça, Simone & Simaria e Maiara & Maraisa. “Esse é o meu legado, são as minhas sementinhas amadas. Eu plantei e vingou. Acho que pude abrir um caminho muito legal”, defende a artista, que chamou as mulheres do atual universo sertanejo para participar das produções  mais recentes, o CD e o DVD Os tempos mudaram.

Roberta Miranda convidou nove cantoras: Marília Mendonça (Os tempos mudaram), Day & Lara (Boate azul), Naiara Azevedo (Dói), Simone & Simaria (São tantas coisas), Solange Almeida (Meu dengo) e Maiara & Maraisa (Vá com Deus). Dessas, apenas as irmãs Simone e Simaria já eram amigas íntimas de Roberta. Ao lado das artistas, ela cantou músicas inéditas e lembrou alguns clássicos do seu repertório, como a faixa Majestade, o sabiá, que teve participação de todas as convidadas. “Esse DVD veio para coroar esse momento bonito. Foi uma grande farra, com muito amor, muito choro. Fico feliz com essa proposta de hoje, o mundo sertanejo ter várias vozes femininas, eu lutei por isso e fico orgulhosa delas”, comenta.



Em proximidade com esse novo momento do sertanejo, o primeiro single de Os tempos mudaram é a “faixa-título”, que tem composição de Roberta Miranda e contou com participação de Marília Mendonça. Na letra, as cantoras cantam: “Olha só, meu companheiro/ Hoje a moda é outra, os tempos mudaram/ A mulher é independente/ Bebe, bate e joga o homem pra fora/ Homem que se atreve como antigamente/ A trair, virar as costas/ Hoje é tudo diferente, é a mulher que bate/ Na sua cara, a porta.” “Nesse DVD, você percebe que há canções inéditas modernas e até as releituras ganharam versões diferenciadas”, explica Roberta.

Trajetória de luta

Antes de se tornar cantora profissional, Roberta Miranda ganhou destaque como compositora, vertente que ela cultiva até os dias de hoje. No DVD Os tempos mudaram, ela é autora de 14 das 21 canções do material. “Eu não sento e programo uma música. Meu lado compositora vem se estou com o coração lotado de amor ou, por algum motivo, estou feliz. É isso que eu passo nas minhas músicas”, define.

Recentemente, a cantora fez canções para a dupla Henrique & Juliano, Marília Mendonça e até para Maria Bethânia, a qual dedicou um bolero inédito intitulado Amor amigo. “Mas estou sem tempo de mandar minhas composições para os outros artistas. Eu não mando, espero as pessoas falarem comigo”, conta.

O começo de Roberta Miranda na música foi ainda na infância. Quando criança, ela já cantarolava canções pela casa. “Mamãe dizia que ia ser cantora, era a minha paixão”, lembra. A paraibana deu início ao contato profissional com a música trabalhando em bares cantando de Pé na Branca e Chavantinho a Nalva Aguiar. “Eu não tinha o que comer muitas vezes, mas continuava porque a música era a minha paixão.”

Transparência

Nos últimos anos, Roberta Miranda se destacou nas redes sociais. Em seu Instagram, a cantora começou a compartilhar momentos do dia a dia sem pudores e de forma engraçada, postando de nudes a campanha de prevenção ao câncer de mama. “Sou uma louca no Instagram. Por lá, dá para ter uma ideia de quem eu sou. Eu era uma louca escondida dentro de casa. Aquela é a Roberta”, diz, aos risos.

Diferentemente de muitos artistas, a sertaneja não tem receio de se posicionar politicamente. “Detesto essa nojeira (a política brasileira). Artista que não gosta de falar, pode procurar que tem alguma coisa por trás. O artista que não deve, enfrenta. Artista tem que parar de ser omisso, tem que olhar para o outro, para o colega que está passando fome, morrendo na fila do hospital”, comenta.

Sony Music/Divulgação
Os tempos mudaram
De Roberta Miranda. Sony Music, 21 faixas (DVD) e 14 (CD). Preço médio: R$ 39,90 (CD + DVD). Disponível nas plataformas digitais.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.