Ana Vilela, conhecida pelo hit 'Trem bala', lança o novo single 'Promete'

Depois do sucesso 'Trem bala', Ana Vilela apresenta uma nova música inédita sobre amor fraterno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/08/2017 14:40 / atualizado em 04/08/2017 14:41

Anna Cunha/Divulgação

Ana Vilela chegou com a voz doce, uma letra simples sobre a vida e conquistou os brasileiros com Trem bala. Agora ela apresenta um novo single que tem a mesma simplicidade para falar de um amor puro e fraternal. Dedicada ao primo da cantora, Promete é o novo hit de Ana Vilela. 
 
 
 
A música foi inspirada no pequeno Pedro, que é primo da artista e tem apenas 2 anos. "Essa canção nasceu da maneira mais linda do mundo. De um amor que surgiu quando esse guri chegou no mundo, como a música diz. Ele ilumina cada um dos meus dias, faz parte de cada um dos meus sorrisos, me deixa boba de orgulho quando ele diz algo novo ou sorri pra mim", escreveu Ana no Instagram. 

Ela disse também que é uma honra e espera que todos amem a música como ela e que possam sorrir ao ouvir. No fim, a cantora brinca: "Promete que vai ouvir?" 
 

Mesmo sem saber que a música foi feita para Pedro, é possível perceber que ela fala do amor para com uma criança. E não seria difícil aparecer uma versão voltada ao Dia dos Pais, como Trem bala teve para o Dia das Mães.

Confira a letra da música na íntegra:

Promete
Promete que não vai crescer distante
Promete que vai ser pra sempre assim
Promete esse sorriso radiante
Todas as vezes que você pensar em mim

Promete cuidar bem dos seus cachinhos
E sempre me abraçar quando eu chegar
Promete sorrir sempre com os olhinhos
E cantar cantigas na sala de estar

Que eu prometo ser pra sempre o seu porto seguro
Prometo dar-te eternamente o meu amor

Promete aproveitar cada segundo
Desse tempo que já passa tão veloz
Me lembro quando você chegou nesse mundo
Sorrindo aos poucos quando ouviu minha voz

E hoje corre pela sala, brinca de existir
Giz de cera, pega-pega
E eu só sei sorrir
Ao imaginar você crescer

Para um pouco com a bagunça, deixa eu te olhar
Que o tempo voa e olha só
Você sabe falar
E diz tudo que eu preciso escutar

Promete ser pra sempre o meu menino
Te deixar cantar pra te fazer dormir
Que eu prometo que vou te cuidar pra sempre
Eu te amo infinito, meu guri
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.