Orquestra Capital Philarmonia dá início a ciclo dedicado a Mendelssohn

Orquestra formada por músicos da cidade vai tocar toda a obra sinfônica de Félix Mendelssohn

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/08/2017 11:30


Para lembrar os 170 anos da morte de Félix Mendelssohn a orquestra Capital Philarmonia dá início nesta quinta (17/08) a um ciclo de concertos que vai levar ao Teatro dos Bancários as cinco sinfonias do compositor alemão. O maestro Artur Soares, que está à frente da Philarmonia, conta que queria montar um ciclo no qual conseguisse fazer um conjunto significativo de obras de um compositor. Mendelssohn caiu bem por várias razões.


Além da efeméride da morte, Soares lembra Mendelssohn é um compositor muito acessível e suas sinfonias carregam toda a carga melódica do romantismo, período no qual se encaixa a música do alemão. “É um compositor muito querido para os músicos, eles gostam de tocar, e a música se adapta bem em orquestra pequena”, explica. “Eu queria um compositor que eu pudesse fazer toda a obra sinfônica dele e com Mendelssohn consegui. Além disso, uma das sinfonias dele comemora a reforma protestante, que faz 500 anos este ano.”  A Sinfonia nº 5 foi escrita em 1830 e dedicada às comemorações dos 300 anos da Igreja Luterana.

Do repertório montado por Soares, ficou de fora apenas uma sinfonia que exige um coro. Mas o maestro incluiu uma peça composta por Mendelssonh aos 12 anos. Segundo Artur Soares, é a primeira vez que a peça será executada no Brasil. A Capital Philarmonia é formada por 30 músicos de diversas origens e o ciclo terá concertos ainda em 14 e 27 de setembro e 19 de outubro. Independente, a orquestra atua sem patrocínios e é bancada pelos próprios músicos. O ciclo Mendelssohn é o primeiro no qual a Philarmonia vai cobrar ingressos para uma apresentação. Em julho, a orquestra se apresentou no Teatro Levino de Alcântara ao acompanhar a óepra Fidélio, de Ludwig van Beethoven.

Ciclo Sinfônico Felix Mendelssohn Barthody
Com orquestra Capital Philarmonia. Regência: Artur Soares. Nesta quinta (17/08), às 19h30, no Teatro dos Bancários. Dias 14 e 27 de setembro e 19 de outubro, no Teatro dos Bancários. Ingressos: R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia-entrada)

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.