Festival de Orquestras Populares reúne oito grupos de todo o Brasil

O encontro de instrumentistas será ao ar livre e terá participantes de todo o país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/09/2017 07:30

 
 Marcelo Lyra/Divulgação
 
A segunda edição do Festival de Orquestras Populares chega a Brasília nesta noite e se estende até sexta. O encontro dos oito grupos é um modo de promover as relações entre os músicos espalhados pelo Brasil. O icônico maestro Letieres Leite lidera a Orkestra Rumpilezz e afirma ser um momento muito esperado. “Sempre quis me encontrar com essas talentosas pessoas. Esse festival estreita o laço e preenche a lacuna entre os ícones da música brasileira”.

Caracterizada como divisor de águas da música instrumental brasileira, Letieres define a Rumpilezz como um grupo que celebra a convergência da cultura afro com a brasileira. “As músicas populares brasileiras são majoritariamente divididas entre samba e derivados ou ritmos nordestinos e derivados. O afro-brasileiro vem como um terceiro nicho, outra via de representatividade da cultura brasileira e de extrema profundidade estética”.

O festival promove o intercâmbio musical da riqueza e da representatividade brasileiras. O curador e maestro da orquestra Marafreboi, Fabiano Medeiros, enfatiza que o público terá acesso a um conjunto importante dentro do segmento da música instrumental brasileira.  Um dia antes do início do festival, será realizada uma apresentação da Orquestra Popular Marafreboi no Teatro da Caixa para crianças com deficiência auditiva e visual e idosos. Haverá intérprete para libras e audiodescrição.

A Orkestra Rumpilezz (BA), criada em 2006 pelo instrumentista e compositor Letieres Leite, é regida pela percussão afro-brasileira e marcada pela influência do jazz na construção harmônica. A orquestra é composta de cinco músicos percussionistas e 15 de sopro, que compõem quatro naipes de trompetes, trombones, saxes (alto, barítono, soprano e tenor), flautas e tubas.

A Orquestra Popular da Bomba do Hemetério (PE) comemora 15 anos em 2017 e realiza uma série de shows ao longo do ano. Como forma de homenagear Brasília, o grupo mescla os últimos dois discos autorais: Jorrando Cultura e #CabeçaNoMundo. Além da turnê, a orquestra lança, ainda esse ano, livro comemorativo ao álbum Jorrando cultura, produzido há 10 anos.

Iniciada em 1979 como Fanfarra do Complexo, a Banda Sinfônica de Sobradinho (DF) foi fundada pelo maestro José Antônio da Silva Nascimento. Sagrou-se diversas vezes campeã do Concurso Nacional de Bandas e campeã do Concurso Regional de Bandas do DF.

*Estagiário sob supervisão  de Severino Francisco



Programação

Hoje
Banda Sinfônica de Sobradinho (DF)
Orquestra Popular do Recife (PE)
Banda Mantiqueira (SP)

Amanhã
Orquestra de Cavaquinhos de Brasília (DF)
Funqquestra (DF) Orquestra popular de bomba do hemetério (PE)

Sexta-feira
Banda musical arte jovem (DF)
Orquestra Popular Marafreboi (DF)
Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz (BA)


Festival de orquestra populares
Área externa da Caixa Cultural (SBS, Q. 4, lt ¾). Hoje a sexta, às 20h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.
 
 
 
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.