Atrizes denunciam produtor de Hollywood por assédio sexual

Harvey Weinstein, um dos maiores produtores de Hollywood, foi protagonista de um drama da vida real esta semana. Ele é apontado como autor de diversos abusos ocorridos nos bastidores das grandes produções do cinema norte-americano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2017 19:37 / atualizado em 11/10/2017 20:20

LOIC VENANCE


Talvez você nunca tenha ouvido falar no nome de Harvey Weinstein, mas provavelmente já assistiu algum de seus filmes. Produções como Lion (indicado ao Oscar de melhor filme de 2016), Os oito odiados, Django livre, Bastardos inglórios, O lado bom da vida e tantos outros sucessos de bilheteria fazem parte de projetos da produtora Westein Co., um dos maiores estúdios de Hollywood, que agora se encontra no fundo de uma trama de abusos sexuais por parte de seu fundador, o empresário e diretor.
 

 Tudo veio à tona na última quinta-feira (5/10), quando o jornal norte-americano The New York Times publicou um artigo acusando Weinstein de praticar abusos contra atrizes que atuaram em filmes de sua produtora. Em menos de 24 horas, a história estourou mundialmente, levando artistas de alto nível a denunciarem o produtor por assédio em uma linha temporal, desde 1990. 

Após um pronunciamento oficial, também publicado pelo The New York Times, em que Weinstein cita Jay-Z e critica Trump (mas não se desculpa), sua saída dos estúdios que levam seu sobrenome foi inevitável. Assim como o divórcio, que foi solicitado pela estilista Georgina Chapman (que a princípio, disse apoiar Weinstein) junto com a declaração de que “meu coração está quebrado por todas as mulheres que sofreram por suas [de Weinstein] imperdoáveis ações. Eu escolhi deixar meu marido”.

Passando por uma verdadeira expulsão da indústria do cinema, Weinstein foi “suspenso imediatamente” do Academia de Premiações Britânica (em inglês,BAFTA), na manhã desta quarta-feira (11/10). Ao mesmo tempo, o Oscar afirmou estar discutindo as alegações contra o acusado, e classificou sua ação como “repugnante e antiética”. Uma verdadeira mudança de paradigma para o homem que já foi indicado a este mesmo prêmio em 1999, com Shakespeare apaixonado.

No momento, Wenstein segue para a Europa, onde “buscará tratamento”, segundo pronunciamento feito por seus advogados, deixando para trás uma verdadeira lista de grandes estrelas que sofreram por conta de seus abusos.

Confira a lista de atrizes que denunciaram publicamente Wenstein:

Roseanna Arquette (1990)

 
FREDERIC J. BROWN

 
A legendária atriz afirmou ao The New York Times a experiência de ter sido abusada pelo cineasta ainda no começo da década de 1990, quando Weinstein tentou forçá-la a fazer sexo oral nele.

Katherine Kendall (1993)

 
Reprodução/Internet


A atriz afirmou ao portal Variety que um encontro profissional no apartamento de Weinstein se transformou em verdadeiro pesadelo, quando o homem a atacou: “Ele literalmente me perseguiu pelo apartamento e não me deixou passar pela porta”.

Gwyneth Paltrow (1996)

 
DAVID MCNEW


Em um dos seus primeiros grandes papéis com o filme Emma, Gwyneth foi convidada por Weinstein a uma visita a seu quarto de hotel para uma massagem. Após a recusa, o cineasta ameaçou a atriz, exigindo que não contasse nada a ninguém: “Eu estava apavorada, achei que ele fosse me demitir”, contou a Paltrow ao Times.

Angelina Jolie (1996)

 
VALERIE MACON
 

Por meio de um e-mail ao mesmo jornal, Angelina Jolie explicou que durante a divulgação do filme Playing by heart, Weinstein a assediou. Segundo ela, o momento ficará para sempre marcado em sua memória. “Eu tive uma péssima experiência com Weinstein quando era jovem, e, como resultado, escolhi nunca mais trabalhar em sua empresa, além de sempre aconselhar outras atrizes que assim o fizessem também”, desabafou Angelina.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.